fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Transmissão do coronavírus no Brasil atingiu platô, diz OMS

A informação é da Organização Mundial de Saúde (OMS)

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A transmissão do coronavírus no Brasil atingiu um “platô”. A informação é da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Nesta sexta-feira, 17, o diretor-executivo da Organização Mundial da Saúde (OMS), Mike Ryan analisou o quadro atual do coronavírus no Brasil, em entrevista coletiva em Genebra, na Suíça. Segundo ele, o número de casos da doença se estabilizou na casa dos 40 mil nas últimas semanas.

Ryan destacou que o crescimento da epidemia no País já não é exponencial, como em abril, maio e junho. Ele explicou que a taxa de reprodução, conhecida como R, recuou da faixa de R1,5 a R2 para cerca de R1, o que significa que, na maioria dos estados, um pessoa contaminada já não infecta mais de um indivíduo.

No entanto, ainda não há uma queda nos índices. “O vírus ainda dita a regra em muitos países, inclusive no Brasil”, alertou. “Não há nenhuma garantia de que os casos vão começar a diminuir sozinhos.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Entenda o platô

Platô em uma pandemia significa dizer que há uma estabilização no número de casos e mortes. Isto é, segundo a OMS, o Brasil estaria mantendo uma média nestes dados nos últimos dias.

Especialistas apontam, no entanto, que o platô pode ser uma má notícia se não houver políticas de contenção da doença. Isso porque a estabilidade em vários estados do país se manterá em números altos: muitas pessoas serão infectadas diariamente, o que pode colapsar os sistemas de saúde e, consequentemente, causar ainda mais mortes.

Exemplo no DF

Para exemplificar: o Distrito Federal tem pouco mais de 3 milhões de habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Um platô no DF significa que 70% da população (2,1 milhões) estaria infectada.

Atualmente, os números da Secretaria de Saúde trazem a informação de 78.113 pessoas infectadas e 1.045 mortes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade