fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Técnico diz que EUA precisam entender jogo internacional melhor

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE
Após a derrota para a Grécia pelas semifinais do Campeonato Mundial masculino de basquete, o abatimento da seleção norte-americana era indisfarçável em quadra. Cabeça baixa, os jogadores deixaram a arena sem compreender exatamente o que havia acontecido. Mas para o técnico Mike Krzyzewski, o segredo está no estilo.

"Nós temos que entender o jogo internacional melhor", confessou o treinador. "Aprendemos muito hoje porque enfrentamos uma equipe que joga um basquete incrível e que joga junta", elogiou. "Eles correram como um único jogador o tempo todo", completou Dwayne Wade.

Sem a oportunidade de brigar pelo ouro, os norte-americanos terão agora que enfrentar a Argentina para retornar com pelo menos o bronze na mala. De qualquer maneira, a campanha no Japão já apresenta um progresso significativo desde o frustrante sexto lugar no Mundial de 2002, em Indianápolis.

"Os rapazes estão feridos e provavelmente é melhor que vamos voltar amanhã (sábado) e jogar novamente, ao invés de ficar sentado nos próximos dois dias", diz Jerry Colangelo, gerente da seleção. O ala Chris Bosh deixa claro que a parada será dura para os argentinos. "Eu quero voltar com alguma coisa. O quarto lugar será como retornar com um sanduiche".

< !-- /hotwords -- >




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade