Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Sem-terra fazem marcha por reforma agrária no interior de SP

Publicado

em

PUBLICIDADE

Cerca de 300 trabalhadores rurais sem-terra, segundo estimativa da Polícia Rodoviária do Estado de São Paulo, fazem, desde as 6h de hoje (17), uma marcha pela Rodovia Castello Branco para reivindicar terras para reforma agrária. Os organizadores do protesto estimam que cerca de 500 pessoas participam da caminhada.

Eles saíram do município de Águas de Santa Bárbara, a 300 quilômetros da capital paulista, e devem passar a noite na cidade de Iaras, onde chegaram por volta das 10h. A marcha deve ser retomada amanhã (18), por volta das 6h.

De acordo com Vleutemberg do Vale, integrante da Frente Nacional de Luta Campo e Cidade (FNL) e um dos coordenadores do protesto, os trabalhadores devem encerrar a marcha no dia 4 de julho, na capital paulista. O grupo caminha pelo acostamento e é acompanhado por policiais rodoviários.

 A FNL é comandada por José Rainha, ex-líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Brasil

Sem-terra fazem marcha por reforma agrária no interior de SP

Publicado

em

PUBLICIDADE

Cerca de 300 trabalhadores rurais sem-terra, segundo estimativa da Polícia Rodoviária do Estado de São Paulo, fazem, desde as 6h de hoje (17), uma marcha pela Rodovia Castello Branco para reivindicar terras para reforma agrária. Os organizadores do protesto estimam que cerca de 500 pessoas participam da caminhada.

Eles saíram do município de Águas de Santa Bárbara, a 300 quilômetros da capital paulista, e devem passar a noite na cidade de Iaras, onde chegaram por volta das 10h. A marcha deve ser retomada amanhã (18), por volta das 6h.

De acordo com Vleutemberg do Vale, integrante da Frente Nacional de Luta Campo e Cidade (FNL) e um dos coordenadores do protesto, os trabalhadores devem encerrar a marcha no dia 4 de julho, na capital paulista. O grupo caminha pelo acostamento e é acompanhado por policiais rodoviários.

 A FNL é comandada por José Rainha, ex-líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 


Você pode gostar
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Sem-terra fazem marcha por reforma agrária no interior de SP

Publicado

em

PUBLICIDADE

Cerca de 300 trabalhadores rurais sem-terra, segundo estimativa da Polícia Rodoviária do Estado de São Paulo, fazem, desde as 6h de hoje (17), uma marcha pela Rodovia Castello Branco para reivindicar terras para reforma agrária. Os organizadores do protesto estimam que cerca de 500 pessoas participam da caminhada.

Eles saíram do município de Águas de Santa Bárbara, a 300 quilômetros da capital paulista, e devem passar a noite na cidade de Iaras, onde chegaram por volta das 10h. A marcha deve ser retomada amanhã (18), por volta das 6h.

De acordo com Vleutemberg do Vale, integrante da Frente Nacional de Luta Campo e Cidade (FNL) e um dos coordenadores do protesto, os trabalhadores devem encerrar a marcha no dia 4 de julho, na capital paulista. O grupo caminha pelo acostamento e é acompanhado por policiais rodoviários.

 A FNL é comandada por José Rainha, ex-líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 


Você pode gostar
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *