fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Schumacher chega na frente em casa

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Depois de um início instável de temporada, com um segundo lugar, um sexto e um abandono, o alemão Michael Schumacher garantiu agora há pouco sua segunda vitória consecutiva no ano ao cruzar a linha de chegada em primeiro no Grande Prêmio da Europa, disputrado no circuito de Nurburgring, na Alemanha. O piloto da Ferrari largou em segundo e fez uma disputa particular com o atual campeão Fernando Alonso pela ponta, posição que assumiu na 39ª volta. Alonso ficou em segundo e o brasileiro Felipe Massa completou o pódio. Rubens Barrichello, que largou em quarto, fechou em quinto.

Com o resultado, Schumacher encostou um pouco mais no líder Fernando Alonso, que agora tem 13 pontos de vantagem. O brasileiro Felipe Massa, que largou em terceiro, conseguiu se manter na posição e conquistou seu primeiro pódio como piloto da Ferrari. 

A corrida
Mais uma vez, Barrichello não fez um bom início de prova e logo de cara perdeu três posições. O piloto da Honda foi ultrapassado por Kimi Raikkonen, da McLaren, e ficou preso atrás do finlandês, permitindo que seu companheiro de equipe, Jenson Button, aproveitasse para também ultrapassá-lo. Jarni Trulli também acabou ganhando uma posição à frente do brasileiro.

Button abandonou a prova com 29 voltas completadas, alçando Barrichello à sexta posição. A essa altura, o italiano Giancarlo Fisichella partia para cima do canadense Jacques Villeneuve, oitavo colocado, reeditando o confronto do treino de classificação de sábado, quando o piloto da Renault foi aos boxes da BMW reclamar da postura do rival durante a sessão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mais à frente, Alonso e Schumacher revezavam-se nas melhores voltas e disputavam a ponta, com o espanhol sempre se mantendo na dianteira. Massa, por sua vez, seguia na terceira posição sem ser ameaçado pela McLaren de Raikkonen até as últimas dez voltas, quando o finlandês passou a pressionar o brasileiro.

Nico Rosberg fez uma corrida espetacular. O estreante da Williams largou em último lugar após perder dez posições no grid devido à troca de motores realizada pela sua equipe antes do treino de classificação e não demorou muito para entrar na zona de pontuação. A nove voltas do fim, fez seu último pit e voltou em oitavo.

No final da prova, restando oito voltas, Massa ficou a pouco menos de três segundos de Alonso, trazendo Raikkonen consigo. Bem mais atrás, um bloco de quatro pilotos se emparelhavam na briga por posições: Barrichelo, Ralf Schumacher, Fisichella e Rosberg. Na seqüência, porém, a Toyota de Ralf estorou e tirou o alemão da prova. Na primeira posição, Schummi disparou tranqüilo para a vitória.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade