fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Reações ao pronunciamento de Bolsonaro e mais mortes na Itália; os destaques de quarta (25)

No DF o JBr mostra a servidora da saúde, que mesmo de atestado, aparece trabalhando em clínica particular

João Carlos Magalhães Teles

Publicado

em

PUBLICIDADE

Após o pronunciamento feito ontem (24) por Bolsonaro gerou indignação em Governadores e entidades médicas Brasil a fora. Governador de São Paulo, Dória discutiu em reunião com Bolsonaro hoje. No Distrito Federal Ibaneis afirmou que manterá o foco em cuidar de pessoas. 

Na Itália a situação ainda é grave, hoje o país atingiu a marca de 7 mil mortos e o índice se aproxima de 8 mil. 

O DF registrou a primeira cura de coronavírus na cidade nesta quarta-feira (25). 

O Jornal de Brasília, em matéria exclusiva, ainda conta a história da servidora pública da saúde que, de atestado do serviço, foi flagrada trabalhando em uma clínica particular. 

Veja os destaques do Jornal de Brasília desta quarta: 

  • Coronavírus no DF

Durante a tarde a Secretaria de Saúde do Distrito Federal confirmou mais nove casos de coronavírus no Distrito Federal (DF), chegando a 191 pacientes infectados pelo vírus.

O GDF criou o Comitê de Emergência Covid-19 para arrecadar doações que possam ajudar no enfrentamento do novo coronavírus.

A advogada brasiliense Daniela Teixeira foi a primeira paciente do Distrito Federal a ter sido curada do contágio.

Perguntado pelo Jornal de Brasília se participaria da conversa virtual entre governadores, ele respondeu, por meio da assessoria, com a seguinte mensagem:

“Eu vou manter o meu foco em cuidar das pessoas. Não é hora de polemizar. Bolsonaro tem parte da razão, afinal muitos municípios pequenos, sem qualquer caso de coronavírus, estão fechando. De outra parte, cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília têm situações diferenciadas. Juízo, paciência e muito apoio das equipes técnicas é o que resolverá o problema”.

Valparaíso (GO) apresentou um caso de transmissão comunitária do novo coronavírus. Além deste caso a cidade tem mais uma pessoa diagnosticada com a Covid-19.

O governador Ibaneis Rocha (MDB) enviou hoje um ofício à bancada federal do Distrito Federal onde pede a realocação de quase R$ 80 milhões em recursos das emendas parlamentares para o combate ao Covid-19.

O deputado distrital Fábio Felix (PSOL) apresentou um requerimento na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) para pedir que a Secretaria de Saúde apresente a relação de pessoas infectadas pelo novo coronavírus diagnosticadas no Hospital das Forças Armadas (HFA).

 

  • Coronavírus no Brasil 

Em 24 horas, mais 11 mortes pelo novo coronavírus no Brasil foram registradas pelo Ministério da Saúde, segundo boletim divulgado na tarde desta quarta. O número de óbitos, que ontem eram 46, subiu para 57. Já são 2.425 casos confirmados do vírus em todo o país. 

Um relatório produzido na última segunda-feira (23) pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin) indica que o Brasil por ter, até dia 6 de abril, 207.435 casos de coronavírus e 5.571 mortes. A projeção, acessada pelo site The Intercept Brasil, leva em consideração a evolução dos casos em países como China, Irã e Itália.

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, enfatizou que a posição do governo para combater a pandemia da covid-19 “é uma só” e continua sendo isolamento e distanciamento entre as pessoas.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que pedirá ao Ministério da Saúde mudança na orientação de isolamento da população durante a pandemia do novo coronavírus apenas para idosos e pessoas com comorbidades (outras doenças).

Mandetta esteve no Palácio do Planalto pela manhã e participou de reunião com Bolsonaro, ministro e governadores do Sudeste, horas após o presidente afirmar que cobraria do Ministério da Saúde regras mais brandas sobre isolamento contra a covid-19.  

Luiz Henrique Mandetta afirmou ainda que as quarentenas decretadas nos estados foram medidas precipitadas e defendeu que essas decisões sejam tomadas, no tempo e locais certos, em coordenação com a pasta.

A atriz e atual secretária especial de Cultura, Regina Duarte, publicou em sua conta no Instagram mensagem a favor de um dos pronunciamentos do presidente Jair Bolsonaro. Na postagem, ela destacou a frase dita pelo presidente. “Nós não podemos extrapolar a dose porque com o desemprego a catástrofe será maior.”

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse ao presidente da República, Jair Bolsonaro, que ele deveria “dar exemplo ao País, e não dividir a nação em tempos de pandemia”. A declaração aconteceu durante reunião virtual do presidente com os quatro governadores do Sudeste. Segundo pessoas que participaram da reunião, Bolsonaro se exaltou com a declaração do governador de São Paulo e chegou a chamá-lo de “leviano” e “demagogo”. 

Após ter participado de bate-boca com o presidente Jair Bolsonaro em reunião com ministros e governadores do Sudeste por conta do posicionamento do presidente em rede nacional realizado ontem, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), em entrevista coletiva afirmou que espera que Bolsonaro “tenha humildade para recuar” de seu posicionamento.

O Senado Federal se mobiliza para elevar de R$ 200 para R$ 350 a renda mínima que será concedida pelo governo aos trabalhadores informais enfrentarem a crise econômica provocada pela pandemia da covid-19.

Em resposta ao pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), afirmou que as decisões federais na área de saúde não alcançarão o Estado de Goiás.

Os governadores do Nordeste avaliam que “o momento vivido pelo Brasil é gravíssimo”. Após conferência realizada entre eles, os governadores da região divulgaram carta na qual fazem críticas e cobranças ao presidente Jair Bolsonaro em relação a ações para conter o avanço da covid-19.

Após pronunciamento de Jair Bolsonaro, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, afirmou que a cidade manterá as medidas de isolamento social por, ao menos, 15 dias para conter o avanço do coronavírus. E anunciou que 300 idosos moradores de comunidades da zona sul do Rio – região que tem concentrado os casos da doença – com risco de contaminação pelo novo coronavírus serão levados para “isolamento vertical” em dois hotéis da cidade nesta.

Dez dias após o governo editar uma medida provisória que destinou R$ 5,1 bilhões para ações de enfrentamento ao coronavírus, R$ 1,8 bilhão já está comprometido para despesas necessárias ao combate da covid-19. No jargão orçamentário, significa dizer que 35% do montante autorizado para esse fim já tem empenho definido.

Foto: Sérgio Lima/Poder 360

 

  • Coronavírus no Mundo 

O Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial emitiram comunicado conjunto para o G-20, solicitando um “alívio da dívida para os países mais pobres”.

O presidente do Irã, Hassan Rohani, anunciou que restringirá a circulação dos cidadãos pelos próximos 15 dias para frear o avanço do novo coronavírus no país. Segundo dados oficiais são 2.077 mortos no país por conta da Covid-19, uma alta de 143 mortes em 24 horas.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, foi questionado sobre declarações recentes do presidente Jair Bolsonaro de que a doença seria similar a um “resfriado”. Ghebreyesus comentou que em várias nações há muita necessidade agora de atendimentos de urgência, por causa da doença. “Em muitos países, o coronavírus é uma doença muito séria”, afirmou.

O Papa Francisco participou de uma oração ecumênica global para “implorar misericórdia pela Humanidade, duramente atingida pela pandemia de coronavírus”. “Hoje nos reunimos, todos os cristãos do mundo, para rezar o ‘Pai Nosso’, a oração que Jesus nos ensinou”, disse ele, falando ao vivo em vídeo de sua biblioteca no Palácio Apostólico do Vaticano.

A pandemia de coronavírus “está ameaçando toda a Humanidade”, disse o secretário-geral da ONU, António Guterres, lançando um plano de resposta global que vai até dezembro, que inclui doações de até US$ 2 bilhões.

Na Itália, país mais afetado pelo novo coronavírus, o número absoluto de mortes diárias tem caído nos últimos dias. O país teve mais 683 nesta quarta-feira (25), contra os 743 óbitos de terça (24). Embora tenha sido apresentada uma melhora nos índices o país chegou a marca de 7.503 mortos, informou a Defesa Civil Italiana.

 

  • Exclusivo: de atestado, servidora da Saúde-DF é vista trabalhando em consultório particular

Uma servidora pública da Secretaria de Saúde foi vista trabalhando em um consultório particular de odontologia estética no período em que estava de licença por conta de atestado médico. A técnica de higiene dental foi liberada de 27 de fevereiro a 31 de março para “licença para tratamento da saúde do próprio servidor”. No dia 16 de março, ela foi vista na clínica odontológica, localizada no Guará. O Jornal de Brasília teve acesso aos documentos do atestado e mostra vídeos da mulher na clínica. 

 

  • Dólar cai a R$ 5,03 com pacote fiscal trilionário dos EUA

A moeda americana chegou a cair abaixo de R$ 5,00 na tarde de hoje, mas em dia de fraco volume de negócios, a queda acabou perdendo força na hora final dos negócios. No mercado à vista, o dólar fechou a R$ 5,0326, em baixa de 0,97%.

Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

 

  • DF recebe mais 216 mil vacinas da gripe

A remessa atrasada do Ministério da Saúde com 216 mil doses da vacina da gripe chegou ao Distrito Federal. As doses foram, e ainda serão, distribuídas nos postos de vacinação que, hoje, atenderão excepcionalmente até às 22h. O horário havia sido alterado por causa de bloqueios que não permitiam a chegada das vacinas no DF.


Leia também
Publicidade