fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

PF pega fraudadores dos R$ 600

Segundo a corporação, os dois investigados foram presos enquanto agiam em agências em Vila Velha e em Vitória e podem responder pelo crime de furto mediante fraude

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A Polícia Federal do Espírito Santo prendeu em flagrante na noite desta terça, 19, duas pessoas que estavam clonando cartões de benefício social, através de dispositivos instalados em terminais de autoatendimento da Caixa, para sacar indevidamente o auxílio emergencial criado em razão da pandemia do novo coronavírus.

Segundo a corporação, os dois investigados foram presos enquanto agiam em agências em Vila Velha e em Vitória e podem responder pelo crime de furto mediante fraude, cuja pena varia de dois a oito de reclusão.

A Polícia Federal indicou ainda que durante as ações os dispositivos e câmeras que estavam instaladas nas máquinas de autoatendimento das agências foram apreendidos.

A investigação teve início após a coordenação geral de segurança da Caixa Econômica Federal repassar ao Serviço de Repressão aos Crimes Cibernéticos da Polícia Federal em Brasília, a relação de agências com maior número de contestações de saques indevidos de auxílio emergencial em seus terminais de auto atendimento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os dados foram repassados para as unidades de repressão aos crimes cibernéticos nos Estados.

Estadão Conteúdo




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade