fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

PF mira ex-deputado federal suspeito de beneficiar instituto. Há mandados no DF

O ex-parlamentar usava emendas para beneficiar o órgão. Depois, esses recursos eram desviados

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A Polícia Federal realiza, nesta quarta-feira (9), uma operação contra um ex-deputado federal. O ex-parlamentar é suspeito de liberar emendas indevidamente ao Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into), localizado no Rio de Janeiro.

Para liberar as emendas, o ex-deputado exigia vantagens ao instituto, como comissões. Depois, esses recursos eram desviados.

Agentes cumprem oito mandados no Rio de Janeiro e no Distrito Federal. Cerca de 30 policiais atuam na ocorrência.

A operação, batizada de Talha, iniciou-se a partir da operação Fratura Exposta, realizada em fevereiro do ano passado. A ação desmantelou um esquema de corrupção que envolvia médicos ortopedistas vinculados às unidades hospitalares da rede SUS no estado do Ceará. O grupo favorecia uma empresa fornecedora de material médico-cirúrgico em troca de comissões.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O nome do ex-deputado federal não foi revelado.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade