fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

PF faz operação contra grupo suspeito de enviar cocaína para a Europa

São cumpridos, ao todo, 39 mandados judiciais. Destes, 11 são de prisão

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

A Polícia Federal realiza nesta quarta-feira (4) a operação Narcobroker. A ação mira um grupo suspeito de exportar cocaína do Brasil para a Europa. São cumpridos, ao todo, 39 mandados judiciais.

Dos 39 mandados, nove são de prisão preventiva; dois de prisão temporária; e 28 de busca e apreensão. As ordens são cumpridas nos estados de Santa Catarina, Paraná e São Paulo.

Além dos mandados, há ordens judiciais para sequestro de bens, como contas de 68 pessoas físicas e jurídicas que tiveram movimentações suspeitas entre 2018 e 2020. Estima-se que as contas movimentaram cerca de R$ 1 bilhão.

O grupo criminoso tem como chefe um homem que possui uma casa avaliada em R$ 6 milhões. O imóvel também é alvo de sequestro da Justiça.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Erva mate

As investigações tiveram início em 2019. Elas apontaram que os membros do grupo usavam empresas fantasma para comprar mercadorias de origem orgânica. Os produtos eram adicionados em contêiners para ocultar os quilos de cocaína que eram enviados à Europa. Antes da ação desta quarta (4), a PF já havia apreendido cerca de 13 toneladas de erva mate.

Dentre os alvos também está um brasileiro que vive na Espanha. Ele se passava por empresário, mas estava no país europeu para receber a droga que saía do Brasil.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade