fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Pernambuco registra em três semanas diminuição de 26% na fila por vaga de UTI

No dia 4 de maio, 256 doentes esperavam por um leito. Dados da central de regulação de Pernambuco colhidos na manhã desta terça-feira (26) apontam uma fila de 189 pessoas

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

João Valadares
Recife, PE

O tamanho da fila de pacientes com síndrome respiratória aguda grave que aguardam uma vaga de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nos hospitais da rede estadual de Pernambuco diminuiu 26% em três semanas.

No dia 4 de maio, 256 doentes esperavam por um leito. Dados da central de regulação de Pernambuco colhidos na manhã desta terça-feira (26) apontam uma fila de 189 pessoas.

Ainda há casos de infectados pelo novo coronavírus que aguardam a transferência há mais de duas semanas. Historicamente, Pernambuco sempre trabalhou com déficit de vagas de UTI. Nos últimos anos, o tamanho médio da fila de espera era de 100 pessoas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, o governo de Pernambuco abriu 614 novas vagas de UTI no sistema estadual de saúde. Grande parte dos leitos está concentrada no Recife e região metropolitana.

Oficialmente, a taxa de ocupação divulgada na rede pública estadual é de 97%. Isso ocorre porque há um atraso entre o leito ser liberado e o novo paciente ocupá-lo de fato.

O governo de Pernambuco trata os dados de diminuição com bastante cautela para não gerar relaxamento no cumprimento da quarentena, decretada pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), desde o dia 16 de maio.

As medidas permanecem em vigor no Recife e outras quatro cidades da região metropolitana até o dia 31 de maio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nesta terça-feira, foram contabilizados no estado mais 80 mortes em decorrência da Covid-19. Pernambuco totaliza 2.328 mortes pela doença. São 28.854 casos confirmados de coronavírus.

Até esta segunda-feira (25), o estado ocupava a quinta colocação em número de óbitos. Estava atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Pará.

O governador Paulo Câmara está com a Covid-19. Apresenta apenas sintomas leves. Além dele, a vice-governadora, Luciana Santos (PCdoB), e outros quatro secretários estaduais também foram infectados.

As informações são da FolhaPress

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade