fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Na Bahia, movimento gay protesta contra Bolsonaro

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O Grupo Gay da Bahia (GGB), juntamente com outras três associações ligadas ao movimento contra a homofobia, se reuniu nesta manhã em frente ao prédio do Ministério Público Estadual (MPE), em protesto contra as declarações do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ).

Os manifestantes permaneceram em frente ao MPE por cerca de duas horas e deixaram o local com a possibilidade de marcar uma reunião com o órgão para discutir o assunto. Segundo o fundador do GGB, Luiz Mott, o movimento exige “o julgamento e a cassação do mandato do deputado”.

A polêmica acerca das declarações de Bolsonaro começou após ele responder a uma pergunta da cantora Preta Gil em um programa de TV. Ela questionou Bolsonaro sobre como ele agiria caso o filho dele se envolvesse com uma mulher negra. “Preta, não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Eu não corro esse risco porque meus filhos foram muito bem educados e não viveram em ambiente como, lamentavelmente, é o teu”, respondeu o deputado.


Leia também
Publicidade