fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

MPF analisa impactos causados pela saída da Ford do Brasil

O procedimento administrativo visa a coleta, sistematização e tratamento de dados ou informações técnico-jurídicas

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A Câmara de Consumidor e Ordem Econômica do Ministério Público Federal (3CCR/MPF) abriu um procedimento administrativo para analisar os impactos socioeconômico e competitivo causados devido o fechamento de fábricas de automóveis no país. A decisão foi tomada após a montadora de veículos, Ford, anunciar na última segunda-feira (11), que encerraria a produção de automóveis em suas fábricas brasileiras, localizadas em Camaçari (BA), Taubaté (SP) e Orizante (CE).

De acordo com o coordenador da 3CCR, supbrocurador-geral da República Luiz Augusto Santos, o encerramento das produções de veículos no país pode gerar prejuízos ao setor industrial, com resultados “capazes de provocar a redução dos níveis de renda e emprego nacionais, afetando negativamente a economia, além da potencial repercussão no nível concorrencial do mercado de veículos”.

O procedimento administrativo visa a coleta, sistematização e tratamento de dados ou informações técnico-jurídicas voltadas a subsidiar eventuais medidas no âmbito do MPF.

Com informações do Ministério Público Federal

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade