fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Morre o jornalista e radialista José Paulo de Andrade, vítima de covid-19

Ele começou sua carreira profissional em 1960 como radioescuta do plantão esportivo da Rádio América de São Paulo. Em 1963, ingressou na Rádio Bandeirantes

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Jornalista, radialista e advogado, José Paulo de Andrade morreu nesta sexta-feira, 17, aos 78 anos, vítima da covid-19. Ele estava internado no hospital Albert Einstein desde o dia 7. José Paulo de Andrade trabalhava há 57 anos na Rádio Bandeirantes.

Paulistano, ele começou sua carreira profissional em 1960 como radioescuta do plantão esportivo da Rádio América de São Paulo. Em 1963, ingressou na Rádio Bandeirantes para atuar como locutor esportivo e fez isso pelos 14 anos seguintes.

Foi então para o jornalismo, e atuou como apresentador e comentarista.

Ao longo de sua trajetória no Grupo Bandeirantes, ele foi âncora de telejornais como Titulares da Notícia, Jornal de São Paulo, Rede Cidade, Band Cidade e Entrevista Coletiva.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por 35 anos, José Paulo de Andrade comandou, com Salomão Ésper e Joelmir Beting, o Jornal Gente.

Desde 1973, o jornalista estava à frente do jornal O Pulo do Gato, um dos programas de maior audiência do rádio brasileiro.

José Paulo de Andrade deixa a mulher e dois filhos.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade