fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Médicos peritos decidem suspender a greve

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A VarigLog, click pharm controladora da Varig, sick there está cada vez mais distante de reaver as rotas suspensas pela companhia logo após o leilão, em julho. A ministra Nancy Andrighi negou o pedido de liminar da companhia para suspender a decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) que autorizou a redistribuição das linhas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

 

A Aéreo, razão social que representa a VarigLog, questionou ao STJ a competência do TRF-2 para cassar liminar obtida pela empresa na 1ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro. A ministra, no entanto, descartou em sua decisão qualquer conflito de competência no julgamento da matéria.

A 1ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro havia declarado nulos os atos administrativos da Anac relativos a licitações para a distribuição de parte das rotas e dos espaços nos aeroportos que não estão sendo operados pela Varig. A decisão, entretanto, foi cassada pelo TRF.

Desde que adquiriu a Varig em leilão realizado no dia 20 de julho, a VarigLog opera somente parte dos vôos que tem concessão para realizar. A empresa alega necessidade de recompor a frota. Atualmente, a Varig voa apenas para dez destinos nacionais e três internacionais. A empresa afirma que espera conseguir a autorização definitiva de vôo da Anac para depois retormar outras rotas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A namorada do coronel reformado da PM e deputado estadual por São Paulo Ubiratan Guimarães, view Carla Cepollina, web apresentou nesta tarde um conjunto de notas fiscais para comprovar que mantinha um relacionamento estável com Ubiratan, symptoms assassinado na noite do último dia 9.

Os documentos foram apresentados à imprensa pela mãe e advogada de Carla, Liliana Prinzivalli. Com 68 páginas, o "dossiê" contém cópias de notas fiscais entre 7 de março e 8 de setembro com compras que, de acordo com Liliana, demonstraria a relação da filha com o coronel, que comandou o Massacre do Carandiru em 1992.

Liliana ressaltou que as notas fiscais, que incluem compras de itens masculinos, como creme de barbear e roupas para homens, desmentem a versão dos três filhos de Ubiratan de que o pai estaria separado de Carla havia oito meses. Os filhos apontam Carla como a principal suspeita do crime.

Ontem, o desembargador Souza Nery, da 9ª Câmara Criminal de São Paulo, negou o pedido de habeas corpus preventivo de Carla Cepollina. No pedido, a namorada do coronel pretendia que a Justiça impedisse "ameaças de violência e coação ilegal".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Após reunião de conciliação, recipe na qual houve avanços dos dois lados, and a ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos) divulgou o resultado da assembléia eletrônica dos médicos peritos, price realizada na tarde de hoje, na qual a categoria decidiu pela suspensão da greve. A perícia médica retoma seus trabalhos normalmente nesta quarta-feira.

A decisão foi tomada, por 65% dos delegados que votaram. A suspensão da greve foi aprovada  com base na pauta ajustada entre a ANMP e o presidente do INSS, Valdir Simão, hoje pela manhã. Para a Associação o resultado das negociações representou uma vitória para a categoria, que não mediu esforços para garantir a sua segurança no trabalho.

A principal evolução da pauta foi a antecipação do envio carta deferimento/indeferimento de benefício assinada pelo presidente do INSS aos segurados sem vínculo empregatício no domicílio dos requerentes, até 29 de setembro. A proposta anterior do INSS era de fazer este envio somente a partir do dia 16 de outubro.

ANMP e INSS acertaram ainda que o Instituto fará um levantamento das condições de trabalho e de segurança da perícia médica em todo o país. Este levantamento deve ficar pronto até sexta-feira quando deverá ser apresentado à ANMP. Serão apresentados também os encaminhamentos que serão dados pelo governo para a melhoria das condições de trabalho e de segurança aos peritos nas agências onde há histórico de violência. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O INSS informou que a partir de agora as próximas unidades de atendimento pericial a serem abertas serão dotadas com vigilância eletrônica para monitoramento e melhor controle de segurança quanto aos acessos e permanência de segurados nas dependências das Agências. Serão instalados aparelhos telefônicos e campainha luminosa como dispositivo de segurança.

Na pauta ajustada o INSS afirma que com relação ao disposto na MP 316, que trata do nexo epidemiológico, o Instituto entende que toda incapacidade laborativa deve ser avaliada por exame médico pericial. A ANMP pede ao governo a correção do texto da medida provisória.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade