Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Marinha do Brasil se pronuncia sobre as manchas de óleo no Nordeste

A nota à imprensa relata os trabalhos que a Marinha tem realizado para limpar o litoral e para descobrir a origem do óleo

Publicado

em

Publicidade

Da Redação
redacao@grupojbr.com

A Marinha do Brasil divulgou uma nota à imprensa sobre o trabalho e o posicionamento da Força sobre o caso das manchas de óleo no Nordeste. 

Veja nota na íntegra:

Manchas de óleo de origem desconhecida atingiram diversas praias do Nordeste desde setembro. Já são mais de 132 locais atingidos. No domingo (6) o governo de Sergipe decretou estado de emergência devido ao aumento de danos ambientais causados pelo combustível.

Publicidade

No dia 4 de outubro, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) divulgou um balanço com a informação de que na época 124 localidades haviam sido atingidas e 59 municípios de 8 Estados da região foram afetados.

Doze animais foram atingidos pela substância, sendo onze deles tartarugas marinhas, e oito deles morreram. A substância é petróleo cru, segundo análise do órgão, mas o tipo identificado não é produzido no Brasil.

Em visita à Sergipe, o ministro Ricardo Salles afirmou que mais de 100 toneladas de borra de petróleo já foram recolhidas nas praias do Nordeste.

O presidente Jair Bolsonaro indicou nesta segunda-feira (7) que o óleo derramado no litoral nordestino possivelmente é fruto de vazamento de algum navio e que não seria responsabilidade do governo brasileiro.


Você pode gostar
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *