fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Mandado de busca e apreensão é expedido para celular de Najila Trindade

De acordo com o UOL Esporte, Najila não entregou o telefone, que pode conter informações do caso, para autoridades da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher

Aline Rocha

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da Redação
redacao@grupojbr.com

A modelo Najila Trindade, que acusou o Neymar de estupro, prometeu que entregaria seu celular para as autoridades até 11 de junho mas, até o momento, ainda não entregou o aparelho. Por essa razão, a justiça atendeu uma solicitação da Polícia Civil e expediu um mandado de busca e apreensão do celular da modelo.

Najila não entregou o telefone, que pode conter informações do caso, para autoridades da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher de São Paulo. O Ministério Público se manifestou a favor do pedido pois pretende colher dados de conversas entre a modelo e o jogador e a modelo e uma amiga.

Najila diz que possui um vídeo de cerca de sete minutos, com as imagens de seu encontro com Neymar. Um trecho da gravação foi divulgado com a modelo dando tapas no jogador e reclamando da noite anterior. A recusa em dar o celular para a polícia fez com que o advogado Danilo Garcia de Andrade saísse do caso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

 

Com informações de UOL 




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade