fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Jovens ficam trancados em cemitério durante caçada pokémon

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Quatro jovens saíram para procurar pokémons em Divinópolis, cidade da região central de Minas Gerais, mas acabaram ficando trancados dentro de um cemitério na noite deste domingo (8).

Três garotos e uma garota aproveitaram o portão aberto do local e começaram a caçada pelos monstrinhos, mas não sabiam que ele só estava aberto para um sepultamento e fecharia pouco tempo depois. Quando perceberam que estavam trancados, pediram ajuda.

De acordo com a assessoria de imprensa do lugar, o cemitério fica fechado aos domingos, abrindo apenas para sepultamento. Quando a cerimônia acabou, as pessoas foram embora e o coveiro trancou os portões.

A ajuda chegou apenas uma hora depois de descobrirem que não conseguiam sair, por volta das 19h. Segundo a prefeitura, o Serviço Municipal de Luto foi chamado e conseguiram falar com o coveiro para voltar ao local e liberar os treinadores. Eles recomendaram que os funcionários ficassem mais atentos nas horas de fechamento dos portões para que não ocorra novos casos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O jogo Pokémon GO, que em uma semana já se tornou febre no Brasil, usa locais públicos como shoppings, praças, parques e até cemitérios para a criação de Ginásios e Pokéstops, que são locais onde os jogadores recebem novos itens para continuar a caçada. A busca por estes lugares deve ter sido o motivo de os garotos acabarem dentro da necrópole. Resta saber se eles ao menos conseguiram encontrar algum pokémon do tipo fantasma.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade