fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Inauguração de Obra do Rio São Francisco tem presença do presidente e ausência de Governador do Ceará

“É uma novela enorme que está chegando ao fim”, diz Bolsonaro

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Jair Bolsonaro usou essa sexta-feira (26) para acionar uma comporta que faz parte do Projeto de Integração do Rio São Francisco responsável pela chegada das águas do Eixo Norte do projeto ao estado do Ceará. De acordo com o presidente o Projeto de Integração do Rio São Francisco é uma “novela enorme que está chegando ao fim”. 

Dentre os convidados para o evento estavam diversos parlamentares do centrão, entretanto os governadores do Ceará, Camilo Santana (PT), e de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), não participaram da cerimônia e não mandaram representantes.

As primeiras obras, para o deslocamento de parte das águas do São Francisco, foram iniciadas em 2007 pelo Exército. A previsão original do governo da época era inaugurar até 2010 todos os canais, reservatório e estações de bombeamento. A expectativa do governo atual é que o projeto esteja concluído no próximo ano.

“Foi uma recomendação desde o início do governo que não deixaríamos nenhuma obra parada. Faz parte do nosso compromisso e ficamos muito felizes em trazer água para quem precisa”, disse o presidente em entrevista à TV Brasil, ao final do evento. “[O projeto vai beneficiar a] agricultura, irrigar terras, levar água para casa do cidadão nordestino que sempre teve carência disso. É uma novela enorme que está chegando ao fim”, completou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com a ação de hoje, a água que já abastece o Reservatório Milagres, em Pernambuco, passará pelo Túnel Milagres, na fronteira dos dois estados, começará a encher o Reservatório Jati, no Ceará, e seguirá, por fim, até a Paraíba e o Rio Grande do Norte.

O Projeto de Integração do Rio São Francisco soma hoje 477 quilômetros (km) de extensão em dois eixos, o Norte com 260 km e o Leste com 217 km, e, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, é o maior empreendimento hídrico do país. “Quando todas a estruturas e sistemas complementares nos estados estiverem em operação, cerca de 12 milhões de pessoas em 390 municípios de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte serão beneficiadas com abastecimento de água”, informou a pasta.

Com informações da Agência Brasil 


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade