fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Guarda municipal afirma que não consegue dormir após ser humilhado por desembargador

Desembargador ofendeu o profissional após receber multa por andar sem máscara em uma praia. Vídeo mostra o acusado rasgando a multa na frente do guarda

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O guarda municipal Cícero Hilário conta que a humilhação sofrida, causada no sábado (18) pelo desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo Eduardo Siqueira, tem lhe feito mal. Hilário não aceitaria um pedido de desculpas de Siqueira.

“Se ele me pedisse desculpas hoje, eu não aceitaria, porque acho que não seria sincera e sim pela repercussão que teve o vídeo. Estou desde ontem [dia 18] sem dormir, fiquei chateado, mas me sinto orgulhoso por ter cumprido o meu papel. Não aceito desculpas”, afirmou Hilário ao site G1.

O caso aconteceu em uma praia de Santos. O desembargador se recusava a usar máscara, e o guarda, cumprindo a lei, acabou por multá-lo. Veja:

Em nota, o Tribunal de Justiça afirmou que determinou imediata instauração de procedimento de apuração dos fatos, tendo requisitado a gravação original e apontando que vai ouvir o desembargador e os guardas civis.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade