fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

FIA pode punir Federação Turca e suspender corridas no país

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE
Apesar de toda a polêmica envolvendo a premiação do Grande Prêmio da Turquia, os organizadores da prova seguem isentando-se de responsabilidade. Na ocasião, um dos troféus foi entregue por Mehmet Ali Talat, identificado como presidente da República Turca do Norte do Chipre.

Nem a Organização das Nações Unidas (ONU) e nem a União Européia reconhecem a legitimidade da região, apoiada pelo governo turco. Por conta da manifestação, a FIA considera a possibilidade de punir a Federação Turca de Automobilismo, sancionando as corridas internacionais no país.

“Os organizadores do Grande Prêmio da Turquia convidaram Mehmet Ali Talat apenas por considerá-lo uma personalidade de grande relevância internacional”, justificou-se a federação local. Ainda assim, o país pode perder as provas de Fórmula 1 e do Mundial de Rali que sedia.

Nesta sexta-feira, no entanto, a entidade mundial anunciou sua intenção de se reunir com seus conselheiros. Porém, nada foi comentado sobre o anúncio de uma punição. O gesto foi considerado provocativo pelo Chipre, e a Federação aceitou o protesto cipriota.

< !-- /hotwords -- >




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade