fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Espanha vence Argentina no final e vai disputar título

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE
Apesar de saírem na frente e darem a impressão de que dominariam o jogo, os argentinos pecaram demais por seus erros e foram batidos pela Espanha por 75 a 74 nas semifinais do Mundial masculino de basquete. Em duelo emocionante, os espanhóis venceram apenas nos segundos finais e garantiram vaga na decisão neste domingo, contra a Grécia.

Mesmo com a derrota, o melhor pontuador do jogo foi o ala/armador argentino Manu Ginóbili, com 21 pontos. Do outro lado, tanto o ala pivô Pau Gasol, do Memphis Grizzilies, quando o ala Jorge Garbajosa, do Unicaja Málaga, marcaram 19 pontos e foram fundamentais para o apertado resultado.

Na partida, a Argentina saiu na frente no primeiro quarto, abrindo logo 13 a 2 em outra que prometia ser uma grande atuação de Andrés Nocioni e Manu Ginóbili. A Espanha tinha dificuldade para passar pela defesa e para segurar o contra-ataque adversário, que relaxou nos minutos finais, permitindo avanços de Jorge Garbajosa e de Pau Gasol. Ainda assim, a seleção sul-americana fechou o período com alguma folga na frente, com 21 a 15.

Porém, antes do intervalo, a Argentina relaxou e permitiu o início da reação ibérica, em novo bom desempenho do astro Gasol, desta vez acompanhado por Rudy Fernández. Logo veio a virada, com 31/30, que não desorientou os argentinos. O jogo foi para o intervalo com uma apertada vantagem da Armada de 40 a 38.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os dois times voltaram parelhos para o segundo tempo, que esteve empatado em 42 a 42. Mas a dupla Garbajosa-Gasol voltou a esfriar os ânimos dos campeões olímpicos, dando cinco pontos de vantagem, que caiu para quatro antes do período decisivo: 60 a 56.

O quarto decisivo prometia ser fácil para os espanhóis, mas tornou-se dramático. A Argentina cresceu e diminuiu a diferença para dois pontos a três minutos do final do jogo, quando o placar estava 69 a 67. Para piorar, Gasol já havia se machucado quando, faltando 22 segundos, Scola converteu dois lances livres e empatou a partida em 74 a 74. Porém, com um lance convertido por Calderón e com um arremesso perdido por Nocioni, a Espanha venceu por apenas um ponto e conseguiu segurar a vaga na decisão de domingo.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade