fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Doria diz esperar que Anvisa trabalhe sem folga para Coronavac liberada em 25/1

O processo de análise para autorização de uso emergencial poderia ocorrer de forma mais rápida, mas não há prazo máximo definido na norma da agência

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou em coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira, 14, que espera manter o cronograma de início da vacinação no Estado contra a covid-19, previsto para o dia 25 de janeiro. “Optar por registrar a vacina com estudo conclusivo garantirá agilidade no pedido. Esperamos obter o registro até o final do ano e iniciar a vacinação em 25 de janeiro, com autorização da Anvisa ou de órgão similar (de outro país)”, disse o governador.

Doria pediu que os funcionários da Anvisa responsáveis por essa análise não tirem folga neste final de ano porque a pandemia continua fazendo muitas vítimas no País. E que trabalhem direto, mesmo com sacrifício, em prol da saúde dos brasileiros. “Não estamos em uma corrida política, espero liberação da Coronavac pela Anvisa para começarmos a imunização no dia 25 de janeiro”, emendou.

A possibilidade de emissão do registro neste ano, contudo é avaliada por especialistas no assunto como improvável, dado que a análise de registro definitivo de uma vacina pode levar até 60 dias, de acordo com a própria Anvisa.

O processo de análise para autorização de uso emergencial poderia ocorrer de forma mais rápida, mas não há prazo máximo definido na norma da agência.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Estadão Conteúdo




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade