fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Dois governadores reagem à violência de PMs exposta nas redes

Tanto Rui Costa (PT), da Bahia, quanto João Doria (PSDB), de São Paulo, determinaram investigação rigorosa dos casos ocorridos

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Dois governadores reagiram nesta terça, 4, à exposição de violência praticada por policiais militares em redes sociais. Tanto Rui Costa (PT), da Bahia, quanto João Doria (PSDB), de São Paulo, determinaram investigação rigorosa dos casos ocorridos, mas o tucano pediu o afastamento do policial flagrado agredindo uma mulher.

O caso baiano mostra um PM batendo em um rapaz com murros e chutes e fazendo insultos raciais e homofóbicos em razão do cabelo do garoto. “Você para mim é ladrão, você é vagabundo. Olha essa desgraça desse cabelo aqui. Tire aí vá, essa desgraça desse cabelo aqui. Você é o quê? Você é trabalhador, viado? É?”, gritava o PM ao jovem no domingo, 2, no bairro Paripe, em Salvador.

Já o caso paulista se deu em São José do Rio Preto, onde um PM dá um murro numa mulher no momento em que é imobilizada no chão. “Apesar dela ter resistido a prisão por tráfico de drogas, existe protocolo a ser cumprido e as imagens indicam conduta totalmente inadequada do policial”, escreveu o governador de São Paulo nesta noite no Twitter. No vídeo, uma voz feminina diz que a mulher está grávida de 5 meses.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


Leia também
Publicidade