fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

“Direto com o Dono”: fundador da Ricardo Eletro é preso em Minas Gerais

Além de Ricardo Nunes, filha do empresário também é procurada. Ambos são suspeitos de sonegação fiscal e lavagem de dinheiro

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A Polícia Civil de Minas Gerais deflagrou nesta quarta-feira (8) uma operação para investigar os crimes de sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. O alvo das investigações é o fundador da rede varejista Ricardo Eletro.

Além de Ricardo Nunes, ex-principal acionista da Ricardo Eletro, a filha dele, Laura Nunes, também é procurada. O irmão, Rodrigo Nunes, é alvo de busca e apreensão, e não de prisão, como informou a reportagem anteriormente. A operação foi batizada de “Direto com o Dono”.

Segundo apuração da Polícia Civil, cerca de R$ 400 milhões em impostos foram sonegados em cinco anos. Ao vender um produto, a Ricardo Eletro cobrava dos consumidores os valores referente a impostos, mas não fazia os repasses à Receita.

Além das três prisões, os policiais cumprem 14 mandados de busca e apreensão em Belo Horizonte, Contagem-MG, Nova Lima-MG, São Paulo e Santo André-SP.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Justiça determinou o sequestro dos bens imóveis de Ricardo, avaliados em R$ 60 milhões. A Ricardo Eletro se encontra em situação de recuperação extrajudicial, impossibilitada de arcar com dívidas.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A assessoria de imprensa da Ricardo Eletro e o empresário Ricardo Nunes não haviam feito pronunciamento até a última atualização desta matéria.

Aguarde mais informações


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade