fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Desembargadoras da Bahia são alvo de operação da PF

Corporação investiga suposto esquema de venda de decisões judiciais no Tribunal de Justiça do Estado da Bahia. Agentes cumprem mandados no DF

Willian Matos

Publicado

em

Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Duas desembargadoras do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA) devem ser presas temporariamente na manhã desta segunda-feira (14). As magistradas são alvos de operações simultâneas da Polícia Federal que investiga venda de decisões judiciais.

Agentes cumprem mandados no Distrito Federal e em quatro municípios da Bahia: Salvador, Barreiras, Catu e Uibaí. Além das duas ordens de prisão, são cumpridos 36 de busca e apreensão.

As operações desta segunda (14) são a sexta e sétima fases da operação Faroeste. Os mandados foram expedidos pelo ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Fases anteriores

A quinta fase foi deflagrada em março deste ano. À época, foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão em municípios da Bahia e de Mato Grosso. Uma  desembargadora e dois advogados terminaram presos. Um dos defensores é filho da magistrada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade