Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Conheça prós e contras de fazer um curso superior EAD

Publicado

em

Publicidade

A modalidade de ensino a distância (EAD) se popularizou no Brasil nos últimos anos. O crescimento foi de 27% em comparação aos anos anteriores, de acordo com o Censo da Educação Superior 2017, elaborado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Aumentou ainda o número de polos de ensino EaD – passando de seis mil unidades para cerca de 15 mil, um crescimento de 133%, segundo o Ministério da Educação.

Caso a tendência de crescimento se mantenha, a projeção é que em 2023 as instituições tenham mais alunos matriculados em EaD que em curso presencial, de acordo com estudo divulgado pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES).

Atualmente mais de 1,8 milhões de alunos são adeptos da nova modalidade de ensino. “Até mesmo os gigantes do ensino, grandes faculdades do Brasil e do mundo, se moldaram ao EaD. É a tecnologia democratizando o ensino”, explana Márcio Dornellas, educador e especialista em tecnologia e educação.

Na hora de decidir se vale a pena cursar a modalidade a distância, o futuro acadêmico precisa considerar pontos importantes. Dornellas elencou alguns tópicos que devem ser considerados antes da matrícula.

Prós

– Menor custo: As mensalidades do EAD costumam ter valores comumente mais baixos que as de cursos presenciais. Ademais, vale a pena colocar na ponta do lápis a economia com deslocamento e alimentação, visto que o aluno poderá estudar em casa.

– Certificação: Para o Ministério da Educação não existe distinção entre o diploma de um curso EAD ou presencial. Ambos alcançam a mesma validade.

– Flexibilidade: As aulas não precisam seguir um horário específico, podendo ser assistidas de acordo com o tempo e disponibilidade do aluno.

– Interação em fóruns: Em algumas faculdades é possível interagir com outros alunos de turma por meio de plataformas digitais. Seja na web ou por meio de aplicativos, acontece interação entre os estudantes da turma.

Contras

– Disciplina é fundamental: Pela facilidade oferecida pelo EaD, é preciso que o aluno seja disciplinado e rigoroso com os próprios horários. Não deixar trabalhos e aulas acumularem é uma missão importante para garantir bom desempenho nas avaliações.

– Menos socialização: Por não acontecer aulas presenciais, é natural que não exista contato e interação física com outros alunos de turma. Por vezes, algumas instituições não possuem fóruns de integração entre estudantes, e a graduação é de fato mais solitária.

– Dúvidas terão que esperar: Não existe contato imediato com um professor, como é na sala de aula tradicional. Então, pode ser que algum questionamento direcionado ao docente demore um pouco mais para ser respondido.

 


Você pode gostar
Publicidade