Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Confirmada primeira morte no desabamento em Fortaleza

Homem era entregador de água e estava no mercadinho ao lado do prédio que veio ao chão

Publicado

em

Foto: Rodrigo Patrocinio/ AFP
Publicidade

Willian Matos
redacao@grupojbr.com

Após o governador do Ceará, Camilo Santana, afirmar, por volta de 18h de terça-feira (15), que não havia nenhuma morte confirmada no desabamento do edifício Andréa, em Fortaleza, o Corpo de Bombeiros atestou de forma oficial que houve uma vítima fatal. Às 23h55, o coronel Luís Eduardo Soares de Holanda afirmou que Frederick Santana dos Santos, de 30 anos, não resistiu à queda do prédio.

Frederick estava no local a trabalho. Ele entregava água em um mercadinho localizado ao lado do edifício Andréa. Um colega dele, Antonio Gomes Marcelino, de 34 anos, conseguiu escapar com vida.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS) já havia informado que havia uma vítima fatal. O Corpo de Bombeiros, pela manhã, também já atestava uma morte. A razão da divergência com a fala do governador não foi elucidada.

Desabamento

O edifício Andréa, localizado no cruzamento da rua Tibúrcio Cavalcante com a Nogueira Acioly, no bairro Dionísio Torres, desabou na manhã desta terça-feira (15). O vídeo abaixo mostra o momento após a queda (ao fundo). Veja:

Até então, estima-se que 18 pessoas ficaram sob os escombros após a queda do prédio. Além da morte confirmada, nove pessoas foram resgatadas com vida. Oito seguem desaparecidas.


Você pode gostar
Publicidade