fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Brasil se articula contra coronavírus; destaques desta quarta (18)

No Distrito Federal são 34 casos confirmados. 

João Carlos Magalhães Teles

Publicado

em

PUBLICIDADE

Bolsonaro reúne ministros e Câmara vota reconhecimento do estado de calamidade público. Até o último boletim do Ministério da Saúde, eram 397 casos em 20 estados e no Distrito Federal. Dois ministros de Bolsonaro, General Augusto Heleno e Bento Albuquerque, e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, testaram positivo para coronavírus. 

Cientistas revelaram, em publicação na revista Nature Medicine, como o sistema imunológico reage ao coronavírus. 

Os destaques do Jornal de Brasília

  • Coronavírus no DF

A Secretaria de Saúde informou que o DF conta com 34 casos de coronavírus. A primeira paciente da cidade está em estado grave, em coma induzido. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma jovem, residente do Gama, Região Administrativa do Distrito Federal, usou suas redes sociais para comunicar a amigos e pessoas próximas que está com Coronavírus. O caso, segundo ela, já foi informado para as autoridades.

Os Bombeiros do Distrito Federal, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal estão realizando blitz preventivas nas duas rodovias que dão acesso ao DF, a BR-040 e a BR-060. Os militares abordam todos os ônibus interestaduais e medem a temperatura dos passageiros, buscando possíveis casos de infecção pela Covid-19.

O Tribunal de Justiça (TJDFT) determinou a suspensão das atividades das creches conveniadas ao GDF. 

Segundo a Secretaria de Saúde do Distrito Federal, quatro crianças estão isoladas no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) com suspeita de coronavírus.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os recursos do Bolsa Alimentação, o programa emergencial criado pelo GDF para a compra de alimentos durante a suspensão das aulas na rede público de ensino, estão disponíveis para os pais. Os estudantes que fazem uma refeição na escola terão direito a R$ 59,70 para os quinze dias de suspensão.

O Eixão do lazer não vai fechar nesse domingo mesmo com a pandemia de Covid-19. A decisão é do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/DF). 

As medidas preventivas contra o coronavírus, que incluem o isolamento social, já são responsáveis por uma série de prejuízos para comerciantes. Em mais um decreto do governador Ibaneis Rocha o Zoológico, parques, boates e casas noturnas, feiras populares e shoppings (aos finais de semana e feriados) estarão fechados nos próximos dias.

A Arquidiocese de Brasília divulgou um documento com orientações as paróquias e aos fiéis a fim de ajudar na prevenção do novo coronavírus (Covid-19). As determinações são válidas até o dia 03 de abril e o documento, além de contar com novas providências, reafirma algumas orientações que já tinham sido passadas pela Arquidiocese.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Candangão 2020 será paralisado por tempo indeterminado, a partir de hoje, quando termina a 11ª e última rodada da primeira fase da competição.

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal recebeu R$ 6.446.096,00 do Programa de Enfrentamento da Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional Decorrente do Coronavírus.

Foto: Agência Brasília/Arquivo

 

  • Coronavírus no Brasil

O coronavírus já matou quatro pessoas no Brasil. O quarto caso foi confirmado às 19h desta quarta, no fechamento dessa matéria. 

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, testou positivo para o covid-19. Além dele o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque também testou positivo. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, também está com a doença.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com Bento Albuquerque, já são 17 os integrantes da comitiva presidencial que viajou há duas semanas aos Estados Unidos que testaram positivo para o covid-19. 

O decreto de calamidade pública pedido pelo governo federal dependerá de votações na Câmara e no Senado para ser aprovado. O Executivo fez a solicitação para permitir a ampliação dos gastos em resposta ao avanço do novo coronavírus no País. Na Câmara, a votação deve ocorrer até o início da noite e a proposta deve ser aprovada. 

O ministro de Justiça e Segurança pública, Sérgio Moro, afirmou que o governo federal avalia a possibilidade de fechar, temporariamente, as fronteiras com outros países para evitar a propagação do novo coronavírus no País.

O presidente, Jair Bolsonaro, e alguns dos seus ministros, incluindo Paulo Guedes, da Economia, e Luiz Henrique Mandetta, da Saúde, convocaram jornalistas para anunciar diversas medidas emergenciais para o combate à doença. 

Até o próximo dia 26, o número de casos do novo coronavírus no Brasil poderá subir até 25 vezes, ou 2.400%. Com isso, os registros chegariam a 5 mil, a maioria em São Paulo. A previsão está na primeira nota técnica do Núcleo de Operações e Inteligência em Saúde (Nois), formado por cientistas da PUC-RJ, Fiocruz e Instituto d’Or.

O Ministério da Economia estuda medidas para trabalhadores autônomos e elas estão em fase final. Paulo Guedes, anunciou o lançamento de uma “camada de proteção” para profissionais autônomos e informais. A iniciativa prevê um “voucher” de R$ 200 para quem não recebe benefícios sociais do governo, como Bolsa Família e Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Carolina Antunes

 

  • Coronavírus  no Mundo

O governo paraguaio fechou a Ponte da Amizade, que liga Ciudad del Este, no país vizinho, à brasileira Foz do Iguaçu, no Paraná. O bloqueio, para evitar a propagação do coronavírus, começou na madrugada desta quarta-feira e vale por 15 dias. 

Após uma semana de isolamento forçado em toda a Itália por causa do novo coronavírus, o país pode estar começando a ver uma luz no fim do túnel da pandemia que já contaminou 200 mil pessoas e deixou cerca de 8 mil mortos em todo o mundo.

Uma pesquisa publicada na revista médica Nature Medicine mostra que cientistas australianos podem ter identificado pela primeira vez como o sistema imunológico combate a infecção pelo novo coronavírus. Segundo a pesquisa, as pessoas estão combatendo a infecção da mesma maneira que se recuperam de uma gripe.

Quase 210 mil pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus no mundo, e, nesta quarta-feira, a Europa superou a Ásia em número de mortos pela pandemia.

Os governos da América Latina estão tomando medidas mais duras para reduzir o deslocamento da população e barrar o contágio do novo coronavírus.

 

  • Movimento espontâneo e expressão da democracia, diz Bolsonaro sobre panelaço

O presidente Jair Bolsonaro classificou o panelaço convocado para esta quarta-feira contra o governo como um movimento “espontâneo” e uma “expressão da democracia”. Em coletiva, Bolsonaro pontuou que também haverá na noite desta quarta, às 21 horas, um panelaço a favor do governo.

Foto: TV Brasil

  • 3 mil máscaras cirúrgicas desaparecem de Hospital

Em Americana (SP), o Hospital Municipal “Dr. Waldemar Tebaldi” (HM) abriu uma investigação para averiguar o desaparecimento de aproximadamente três mil máscaras cirúrgicas. A direção do HM percebeu a situação no último final de semana.

 

  • Dólar sobe 3,7% e vai a R$ 5,19, novo recorde histórico

O dólar foi a R$ 5,25 na máxima do dia, renovando seu recorde histórico. Para tentar acalmar os investidores, o Banco Central fez quatro leilões de dólares, mas em um deles vendeu apenas US$ 30 milhões, um indício de que, com a elevada incerteza e perspectiva de piora da atividade doméstica e mundial, investidores já não querem pagar qualquer preço para terem dólares, nem o BC quer vender a qualquer taxa. No encerrar do pregão, o dólar à vista encerrou em R$ 5,1960, em alta de 3,74%. No ano, a moeda americana já sobe 30% e no mês, 16%.

Dólar

Billie dollar. money background

  • 60 anos, 60 histórias

A série de reportagens especiais sobre os 60 anos de Brasília visita a cidade de Candangolândia e conta como a cidade, de madeira e improvisada por funcionários, se tornou uma das principais do Distrito Federal. 


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade