Siga o Jornal de Brasília

Sem Firula

Oito?

Publicado

em

PUBLICIDADE

Um gol, apenas um golzinho, pode dar ao Atlético Paranaense o título da Sul-Americana, nesta quarta-feira.
Depois do empate no jogo de ida, na Colômbia, contra o Junior Barranquilla, o Furacão leva o troféu com uma vitória simples – é claro que perde da mesma forma.
A Arena da Baixada estará lotada como poucas vezes aconteceu.
Os colombianos não estão otimistas.
Consideram que falta peso à camisa do Junior Barranquilla.
A equipe vem crescendo nos últimos anos (em 2017 ficou nas semifinais do mesmo torneio, diante do Flamengo), mas ainda falta alguma coisa.
Boa chance para o Atlético Paranaense conquistar seu primeiro título internacional e faturar uns bons dólares para a próxima temporada.
Para o futebol brasileiro, é a chance de colocar oito times na Libertadores de 2019.
Já estão classificados Palmeiras, Flamengo, Internacional, Grêmio e Cruzeiro direto para a fase de grupos (os quatro primeiros via Campeonato Brasileiro; a Raposa por ter vencido a Copa do Brasil).
São Paulo e Atlético Mineiro estão com vaga na pré-Libertadores.
Se o Furacão vencer, vai também direto para os grupos.
Resumindo: poderemos ter oito entre os 32 times da fase de grupos.
O resto a gente conversa mais adiante.

Resistência
Talvez a esta hora Abel já tenha anunciado como o novo treinador do Flamengo.
Os cartolas que venceram a eleição, sábado, nunca esconderam que seus sonhos de consumo, para o banco de reservas, eram Renato Portaluppi e Abel Braga.
Renato “Gaúcho” em terras cariocas acabou preferindo continuar no Grêmio.
Salário milionário e com todos dizendo amém às suas opiniões.
Abel Braga virou prioridade.
Alguns setores da Gávea, porém, resistem.
Lembraram que, comandando o Fluminense (seu clube de coração), Abel andou criticando pesado o Flamengo em jogos entre as duas equipes.
O novo treinador sabe que, nos primeiros insucessos, as críticas ficarão incontroláveis.
Experiente, certamente saberá lidar com isso.
Resta saber se os cartolas terão o mesmo sangue frio.

Janelão
Daqui a pouco abre a janela de inverno na Europa.
Aparentemente, os clubes do Velho Continente vão negociar muito entre si – mesmo porque por aqui quase não há mais o que levar.
As últimas contratações feitas por aqui praticamente secaram a fonte.
Hoje, Pedro, centroavante do Fluminense, parece ser o produto mais desejado. Mas não agora, afinal, ele ainda se recupera de cirurgia no joelho.
O River Plate, campeão da Libertadores, deverá perder muitos jogadores logo após o Mundial.
É mais ou menos a situação do último a sair apagando a luz.


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade