fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Sem Firula

Nos eixos

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Bastou uma rodada para tudo mudar. O Santos, que vinha amargando uma terceira colocação no Grupo D do Campeonato Paulista (fora, portanto, da classificação à fase de mata-mata), atrás de Ponte Preta e Mirassol, virou o jogo e já é o líder do grupo. A vitória de 2 a 0 sobre o São Bento, combinada com o empate da Ponte Preta e a derrota do Mirassol levaram a equipe da Vila Belmiro à ponta da tabela, dependendo, agora, apenas de seus esforços para continuar na luta pelo título estadual de 2017.Faltando duas rodadas para o término da etapa de grupos, o Peixe poderá, até, influir na classificação de outro grupo, visto que seus próximos adversários são o Santo André e o Novorizontino, que brigam pelo segundo lugar do Grupo C, onde o Palmeiras já está classificado.

Aliás, o Santos pode agradecer ao Verdão ter assumido a ponta do seu grupo. Mesmo com atenções para a Libertadores, o Palmeiras foi com tudo para cima do Mirassol, ganhou o jogo (Felipe Mello fez seu primeiro gol com a camisa alviverde) e facilitou a vida santista, que até a noite de quarta-feira não dependia apenas de seus resultados para classificar-se. Assim, os quatro grandes lideram seus grupos (Palmeiras e Corinthians não correm mais sequer o risco de perder a ponta da tabela), para alegria dos cartolas da Federação Paulista de Futebol.

Sem valor

Há quanto tempo, leitor, você não ouve falar ou vê uma goleada de 9 a 0? Pois bem… Na última rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste o Náutico foi até o Ceará e detonou o Uniclinic (atual vice-campeão cearense) por 9 a 0. Isso mesmo… Um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito e nove. Mas a goleada de nada adiantou. Lutando pela classificação contra Campinense e Santa Cruz, que se enfrentavam, o Timbu precisava que o Santinha fosse derrotado, ou no máximo empatasse, com a equipe paraibana para, no saldo de gols (daí o esforço de golear) para classificar-se. Só que o Santa Cruz ganhou a partida e levou a vaga, para desespero dos torcedores do Náutico.

Lampions League

Por falar em Copa do Nordeste, a definição das últimas vagas para o mata-mata, que terá hoje o sorteio para definir os próximos confrontos, mostrou-se emocionante até o último apito final.

Para quem não sabe, devo esclarecer que se classificaram os vencedores de cada grupo (cinco), mais os três melhores segundos colocados, ou seja, uma vitória aqui poderia causar alterações ali.

O CRB, por exemplo, que recebia em Maceió o Itabaiana, lutou até o último minuto para marcar um gol, um golzinho apenas, para ganhar o Grupo D e avançar. Não conseguiu (e o Náutico que fez nove e também não se classificou?). E se o CRB vencesse, a situação poderia se complicar para o Sergipe, que era derrotado pelo Vitória, em casa.

No fim das contas passaram Bahia, Itabaiana, Vitória, Sport, Santa Cruz, Sergipe, River e Campinense, com quase todos os estados participantes contemplados com a presença de seus times na etapa decisiva. O Ceará, cujo estadual está na sua fase decisiva, ficou de fora. O mesmo aconteceu com Alagoas, Maranhão e Rio Grande do Norte.

Regulamentos

Tirando os dois jogos realizados ontem (Botafogo x Fluminense e Macaé x Resende), faltam três rodadas para o término da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Entre os jogos que serão realizados temos um Vasco x Flamengo (domingo, em Brasília) e um Fla-Flu (na última rodada, não se sabe onde, ainda). Pois bem… Pelo maravilhoso regulamento elaborado pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro, Flamengo e Fluminense não têm mais nada a fazer até começar a fase semifinal do Estadual – não falo da semifinal da Taça Rio, falo da semifinal geral, do campeonato. Isto porque o tricolor, que ganhou a Taça Guanabara, já está com vaga certa naquela etapa e o rubro-negro, após a vitória sobre o Bangu, tornou-se inalcançável no total de pontos e ocupará um dos quatro primeiros lugares no geral, também com vaga garantida na semifinal geral.
Depois reclamam que o torcedor não vai aos estádios…

Reclamações

Quem nunca ouviu reclamação sobre preço de ingressos? E sobre a quantidade de lugares reservada ao time visitante?

Pois bem… Não pensem que este é um problema apenas brasileiro.

Ontem, o Equador enfrentou o Paraguai, em Assunção. Além de receberem uma quantidade mínima de ingressos para poderem ver a seleção de seu país, os equatorianos protestam contra a Associação Paraguaia de Futebol por ter colocado os ingressos a US$ 100 (isso mesmo, cerca de R$ 320) para eles, enquanto os donos da casa pagavam, no máximo, o equivalente a US$ 30 (R$ 100).

A reclamação chegou à Conmebol, cuja sede fica no Paraguai e tem como presidente… Um paraguaio.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade