fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Sem Firula

Folga!

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Aos inimigos, se existirem, informo que não falo de mim, não – apesar de não negar que uns dias sem trabalho seriam muito bem-vindos.
A folga a que me refiro é para Vasco e Fluminense, por mais que a expressão soe exagerada.

Eliminados das semifinais da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca, tricolores e vascaínos poderiam, como está no regulamento, disputar um quadrangular de consolação contra os times que terminaram em terceiro e quarto (nos casos, Portuguesa e Nova Iguaçu). Recusaram.
Com isso, poderão dedicar-se a outras atividades.

O Vasco, praticamente classificado na pré-pré Libertadores, receberá, nesta quarta-feira, o Universidad Concepción, a quem goleou, no Chile, por 4 a 0. Depois vem carnaval. Irão treinar?

No Fluminense, sem Libertadores, a expectativa é, finalmente, realizar uma pré-temporada. Explico: os cartolas tricolores decidiram usar o período da pré-temporada para disputar a Florida Cup, que os rivais maldosamente chamam de Pateta Cup. É bom lembrar que, por disputar a competição nos Estados Unidos, e porque a Federação de Futebol do Rio de Janeiro decidiu antecipar o horário do jogo contra o Boavista, o Fluminense acabou levando uma pancada pesada em sua estreia no Campeonato Carioca por atuar com o time reserva – pontos que fizeram falta na hora de classificar-se para a semifinal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pela rápida entrada da equipe em “modo decisão”, o Vasco, creio, também vai aproveitar estes dias entre a eliminação na Taça Guanabara e a estreia na Taça Rio (o segundo turno do Campeonato Carioca) para condicionar-se melhor fisicamente. Mesmo porque, classificado, logo, logo terá outro mata-mata na Libertadores. Não dá para vacilar.

No Fluminense, admitindo que esta temporada deverá ser pior do que foi o fim de 2017, Abel Braga certamente tentará compensar com o jogo coletivo a falta de talentos individuais de seu time.

Mesmo assim, difícil acreditar que ele, Abel, e Zé Ricardo, irão conseguir tirar seus jogadores da movimentação carnavalesca.

Nos tempos da Unimed como patrocinadora, vários jogadores tricolores eram convidados para o camarote da empresa na Sapucaí. Isso acabou, o que pode facilitar o ritmo de trabalho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ou folga geral da companhia, é claro.

Disparados

Mesmo com o tropeço no clássico catalão, contra o Espanyol, o Barcelona manteve uma distância pra lá de confortável para o Atlético de Madrid, vice-líder do Campeonato Espanhol.

O time de Messi e Suarez está nove pontos à frente do segundo colocado – e nada menos do que 19 (com um jogo a mais) distante do Real Madrid.
Ah… O empate contra o rival regional valeu a quebra de um recorde para o Barcelona, na maior sequência invicta de início de campeonato. São 22 jogos sem perder, com 18 vitórias e 4 empates.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Faltando 16 rodadas para o fim do Campeonato Espanhol, muitos torcedores do Barcelona já estão contando com o troféu.

Situação semelhante vive a torcida do Paris Saint-Germain.

Com 24 jogos realizados, faltando, portanto, apenas 14 partidas para cada equipe, o time de Neymar já está com 11 pontos sobre o Olympique de Marselha, que tomou a vice-liderança do Monaco.

A galera do Paris Saint-Germain pensa, neste momento, apenas nos jogos contra o Real Madrid pela Liga dos Campeões.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Classificado à final da Copa da França e sobrando no Campeonato Francês, os parisienses consideram a França “pequena demais” para seu time.
Na Inglaterra, quem nada de braçada é o Manchester City.

São “apenas” 13 pontos de distância sobre o Manchester United – e isso porque, neste fim de semana, os Blues empataram com o Burnley.

Faltam apenas 13 rodadas para o término do Campeonato Inglês e ninguém por lá acredita que o título não será do City.

Para fechar a relação dos “quase campeões” europeus, temos o Bayern de Munique.

O time da Bavária está “somente” 18 pontos à frente de Bayer Leverkusen e do RB Leipzig – e faltam 13 jogos para o Campeonato Alemão terminar.
Como contraponto a estas “molezinhas” nacionais, temos o Campeonato Italiano.

Apesar da incompreensível queda da Internazionale de Milão, que liderou o torneio e hoje ocupa um modesto quarto lugar, 15 pontos atrás do Napoli, líder, a distância entre o time do Sul e a Juventus, que vem em segundo lugar, é de apenas um ponto. Promessa de muitas emoções para a reta final do calcio.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade