fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Sem Firula

Falsa modéstia

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O leitor deve perdoar, mas o colunista, hoje, está “se sentindo”.
Assim que foram determinados os confrontos de quartas-de-final do Campeonato Paulista escrevi aqui que Corinthians e Santos corriam sérios riscos. Quase apostei na eliminação dos dois alvinegros. Pois bem…
Se é verdade que o Timão passou (incrível a incapacidade de o Botafogo de Ribeirão Preto marcar ao menos um golzinho), furando a previsão do colunista, a Macaca não deu atenção ao Peixe e, mesmo derrotada na partida de volta, realizada num Pacaembu lotado (como é bom ver um verdadeiro estádio de futebol…), acabou levando a vaga nos pênaltis, para desespero da torcida santista.
E, vejam como é cruel o futebol, o jogador que perdeu o pênalti foi o mesmo que marcou o gol (belo gol, por sinal): o zagueiro David Braz.
O Santos não foi capaz de vencer por dois gols de diferença, mais em função de sua incapacidade do que propriamente pelos méritos (inegáveis) da Ponte Preta. Para completar, quando a decisão por pênaltis parecia inevitável, o treinador santista ainda tira de campo Ricardo Oliveira. Vai entender.
Agora, teremos Palmeiras x Ponte Preta (vantagem do Verdão) e Corinthians x São Paulo (vantagem corintiana).
Considero, com sinceridade, que o Palmeiras é o grande favorito para a conquista do título, mas é bom o time de Eduardo Baptista não entrar em campo de salto, não. A Macaca ainda pode aprontar.
Olhos puxados
Não vai ser o Brasil o responsável por um provável rebaixamento da Argentina na Copa Davis.
No sorteio realizado ontem pela Federação Internacional, coube à equipe brasileira o único adversário que jamais cruzou conosco na competição, o Japão. Por isso, também foi feito um sorteio de onde serão realizados os jogos (em setembro): vamos precisar ir à Terra do Sol Nascente para tentar um lugarzinho na elite do tênis mundial.
O Japão é favorito. Deverá escolher um piso rápido (tradicionalmente jogamos melhor no saibro, mais lento), tem jogadores mais bem ranqueados e, claro, contará com torcida e o fuso horário.
Dá para ganhar? Sim, mas vai ser bem difícil.
Ah… A Argentina vai enfrentar o Cazaquistão, fora de casa – jogo duro, muito duro.
Força
Ontem pela manhã já estavam esgotados os mais de 50 mil ingressos colocados à disposição da torcida do Flamengo para o jogo de logo mais, contra o Atlético Paranaense, pela Libertadores da América.
A Nação deu, mais uma vez, demonstração de sua força – e provou que há, realmente, um enorme desinteresse pelo Campeonato Carioca.
A partida de logo mais pode ser definitiva para o treinador Zé Ricardo. Há algum tempo boa parte da cartolagem rubro-negra demonstra insatisfação com seu desempenho – e a eliminação do Santos no Campeonato Paulista pode colocar Dorival Junior no mercado.
Para os leitores mais atentos, que recordam dos problemas desta diretoria com o treinador que hoje está na Vila Belmiro, lembro que um acordo, misturando dívidas passadas com novo contrato, é coisa mais do que normal no futebol brasileiro.
Novo Tite?
A Argentina enfim demitiu Edgardo Bauza. Foram oito meses do ex-treinador do São Paulo à frente da seleção argentina e uma campanha bem fraquinha, com apenas 46% de aproveitamento – por isso a Argentina não está no grupo de classificados nas eliminatórias sul-americanas, até o momento.
Apesar de muitos apostarem na contratação de Sanpaolli, hoje no Sevilla, não se surpreendam se Simeone, do Atlético de Madrid, correr por fora e levar a vaga.
O presidente da Associação de Futebol da Argentina, Tapia, viajou à Espanha para conversar com Messi (isso mesmo, o cartola foi consultar o craque) e Simeone pode acabar levando a melhor.
Não custa lembrar que, antes de Bauza, a AFA tentou Sanpaolli, mas a multa a ser paga era muito cara. E antes, ainda, pensaram em Simeone, mas na época o Atlético de Madrid lutava pelo título europeu e o treinador preferiu tentar a conquista da Liga dos Campeões.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade