fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Sem Firula

Agitação

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Não são cinco jogos, como semana passada, mas a rodada do Brasileiro deste fim de semana terá quatro partidas neste sábado.
Logo à tardinha, fugindo contra o fantasma do Z-4, o Vitória receberá o América Mineiro. O Coelho está na chamada parte de cima da classificação – e é exatamente por ali que pretende continuar, visto ter colocado como objetivo no Brasileiro de 2018 a permanência na Série A.

No mesmo horário, às 16h, o Grêmio terá pela frente o Botafogo, no Olímpico.

Ainda vivendo as emoções da suada classificação na Libertadores, é quase certo que o tricolor jogará com um time alternativo. Melhor para o alvinegro carioca.

Também vendo o fantasma do rebaixamento se aproximar, o Vasco enfrentará o Santos, em São Januário.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dois times traumatizados. Qual divã terá sido melhor, o de Cuca, na Vila Belmiro, ou de Valentim, na Colina? Jogo que promete emoções.

Fechando o dia, ou melhor, a noite, o Corinthians, curtindo a eliminação precoce na Libertadores, será anfitrião do Atlético Mineiro.

O Galo querendo aproximar-se do G-4; o Timão, pensando no G-6.

Nunca foi santo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Claro que não vou falar de Marilyn Monroe, estrela do filme “Nunca fui santa” (que, por sinal, comemorou 62 anos de estreia no Brasil nesta sexta-feira, dia 31 de agosto).

O “pecador”, no caso, é Felipe Melo.

Sim, ele mesmo, o volante do Palmeiras que foi expulso aos 3 minutos do jogo de volta contra o Cerro Porteño e, para muitos, foi responsável pelo sufoco que o Verdão passou para conseguir classificar-se.

Felipe Melo tem qualidades técnicas. Não seria idiota de negar isso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Porém, há algum tempo, decidiu travestir-se de vingador e… Bem, aí o personagem está ganhando mais espaço do que o jogador e a coisa vem se complicando.

Sua expulsão foi correta, apesar de o colunista não considerar legal qualquer tipo de interferência externa – no caso, a visualização da perna atingida do jogador paraguaio.

Mas, lembrando que agora temos o tal árbitro de vídeo etc e tal… Sim, Felipe Melo deveria ser expulso.

É claro que o Palmeiras não depende apenas dele. Porém, ficar com um jogador a menos desde os três minutos é sempre algo complicado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Menos mal, para o Verdão, que o time do Cerro Porteño, apesar de muito combativo, não tem este futebol todo.
Ficou complicado, é verdade, mas o Palmeiras se classificou.

Agora, terá pela frente um time de melhor qualidade técnica e mais “cascudo”.

E não custa lembrar que o Colo-Colo eliminou o Corinthians no Itaquerão, ou seja, jogar fora de casa para os chilenos não incomoda muito, não.

Vale ressaltar que o esquema de Felipão, de fechar a casinha ferreamente, valeu a vaga – o time estava há nove jogos sem sofrer gols.

Pra galera

Antes, eram reforços.

Bastava o Flamengo perder um jogo ou ser eliminado de uma competição que a cartolagem anunciava a contratação de algum reforço.

Mesmo que fosse apenas da boca para fora, o rubro-negro tinha sempre uma novidade para a torcida quando perdia.
Agora, a tática está mudando.

Como gastou uma grana pesada em reforços, não ficaria bem anunciar novidades, então…

Bastou ser eliminado da Libertadores para o Flamengo colocar na rua o aviso que pediu à CBF (e já havia sido avisado que não seria possível) para adiar o primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil contra o Corinthians.

Feio isso.

A Nação provou, na quarta-feira, que valoriza os feitos de seu time quando os jogadores jogam como ela, a torcida, gosta de ver – com garra, com raça, com determinação.

Isso de ficar anunciando reforços, ou “brigas” com a CBF, não colam mais (ou não deveriam colar) com os torcedores.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade