Siga o Jornal de Brasília

Professor M.

Inovadores, os Indiana Jones organizacionais!?

Podemos nos inspirar no famoso personagem Indiana Jones quando assumimos a posição de empreendedores e inovadores organizacionais?

Prof. Manfrim

Publicado

em

PUBLICIDADE

 

O intrépido personagem da série de filmes Indiana Jones, Dr Henry Jones Júnior, criado por George Lucas e Steven Spielberge, e interpretado pelo ator Harrison Ford, pode ser uma boa fonte de inspiração para inovadores e empreendedores.

Seus conhecimentos, habilidades e atitudes podem servir de fonte de inspiração para destemidos e arrojados integrantes de empresas e organizações ou pessoas da sociedade em geral.

Para viver suas aventuras, é exigido competências específicas e abrangentes para superar os desafios e conseguir alcançar os objetivos traçados e conseguir resultados concretos.

Vejamos algumas características do personagem, ao relembrarmos os episódios da série:

  • Conhecimento profundo de muitas civilizações e línguas antigas;
  • Não tem superpoderes, mas consegue cumprir suas missões;
  • Inteligência emocional;
  • Pensamento rápido e analítico;
  • Visão sistêmica;
  • Habilidade para decifrar enigmas;
  • Capacidade de interpretar mapas;
  • Sabe cavalgar;
  • Técnica de desarmar os adversários com precisão;
  • Está sempre equipado (chicote, corda e chapéu);
  • Astúcia e habilidade para combater os mais variados inimigos;
  • Enfrentar aventuras em busca de objetos perdidos;
  • Socialização do conhecimento;
  • Senso de humor;
  • Medo (de cobras);
  • Aparência (vestuário) condizente a cada atividade/momento/ambiente.

Já se passaram 35 anos desde o lançamento do primeiro filme, mas suas habilidades ainda são atuais e válidas no cotidiano dos aventureiros da ficção cinematográfica, tanto em ambientes de passado como em ambientes futuristas.

Inspiração aos inovadores e empreendedores

Apesar de ser um personagem da ficção cinematográfica, ele pode ser uma fonte de inspiração para empreendedores e inovadores. Vejamos alguns pontos interessantes:

1 – Prestar atenção aos detalhes

A atividade de arqueólogo exige bastante atenção aos detalhes, visão sistêmica, habilidade de conexões de informações e capacidade analítica. E são os detalhes que fazem a diferença. É necessário estar ligado no mundo à sua volta, para conhecer e entender as variáveis que envolvem sua atividade.

Esses são aspectos bastante semelhantes ao contexto da vida de um empreendedor e inovador: atenção aos detalhes, bom observador, visão sistêmica/holística, habilidade de conexões de dados e capacidade analítica de informações.

No artigo ‘Visão sistêmica com Agatha Christie’ abordamos a importância desse tema na solução de problemas e no aproveitamento de oportunidades de negócios financeiros ou sociais.

2 – Economicidade e simplicidade

As soluções mais simples podem ser as melhores para superar os desafios e alcançar os objetivos traçados.

Igualmente importante para empreendedores e inovadores, pensar em soluções simples é fundamental. Desenvolver esse pensamento é bastante valioso em ambientes de escassez e restrição de recursos.

No artigo ‘Tempos de complexidade mas na era da simplicidade’ tratamos do desafio de resolver problemas complexos criando e implementando soluções simples.

3 – Resiliência – acredite sempre

Acreditar no impossível, eis o combustível do arqueólogo Indiana Jones em suas fantásticas aventuras. Acreditar deve ser sempre o primeiro passo para empreendedores e inovadores.

No artigo ‘Inovação em pessoas e evolução do mindset’ falamos sobre como desenvolver inovação em pessoas e como potencializar a mudança de mindset.

4 – Trabalho não solitário

O personagem Indiana Jones sempre esteve acompanhado de ajudantes, parceiros e colaboradores em suas aventuras e busca por tesouros, com diversidade e pluralidade de pessoas.

É muito desgastante empreender e inovar solitariamente. Nos desafios organizacionais e sociais é sempre positivo ter alguém ao nosso lado.

5 – Eficiência total

O personagem Indiana Jones nos mostra que movimentos mirabolantes podem ser apenas perda de recursos e desperdício de energia. Ele sempre está focado em cumprir a busca pelos tesouros de forma eficiente e direta.

Definitivamente, desperdício não está no escopo de empreendedores e inovadores.

No artigo ‘Dez fatores de sucesso da inovação – 10-FSI’ observamos alguns fatores necessários para se obter o sucesso de uma inovação nas organizações.

6 – Caixa de ferramentas e conhecimento

O arqueólogo Indiana Jones estava sempre munido e equipado de chicote, corda e chapéu, suas ferramentas de trabalho e de confiança, onde desenvolve plenamente sua atividade de explorador de tesouros.

Assim, empreendedores e inovadores devem formar sua caixa de ferramentas para superar os desafios e aproveitar as oportunidades que se apresentam.

Como o Dr Jones, devemos sempre buscar os conhecimentos necessários para nos auxiliar na caminhada da inovação e do empreendedorismo. A caixa de ferramentas deve ser composta por técnicas, métodos, processos, procedimentos, mecanismos e modelos de negócios.

Reflexões sobre super heróis

Com a onda gigantesca de movimentos de inovação nas organizações, os inovadores e empreendedores procuram ampliar a dominação nesse ambiente, e um efeito colateral é a extrema valorização e exposição dessas pessoas.

No artigo ‘Inovadores narcisistas no ambiente organizacional’ conversamos sobre as preocupações de ocuparem os palcos das organizações, conquistarem os holofotes nas empresas e se tornarem celebridades no ambiente de trabalho.

Dessa forma, algumas reflexões são importantes:

– Qual Super Herói da ficção cinematográfica você faria analogia a uma pessoa inovadora?

– Devemos comparar inovadores e empreendedores com super heróis?

– Igualar inovadores e empreendedores a super heróis é questionável?

– É necessários ter superpoderes para sermos empreendedores e inovadores?

▲—————————————————————————————————————

Prof. Manfrim, L. R.

Compulsivo em Administração (Bacharel). Obcecado em Gestão de Negócios (Especialização). Fanático em Gestão Estratégica (Mestrado). Consultor pertinente, Professor apaixonado, Inovador resiliente e Empreendedor maker.

Explorador de skills em Gestão de Projetos, Pessoas e Educacional, Marketing, Visão Sistêmica, Holística e Conectiva, Inteligência Competitiva, Design de Negócios, Criatividade, Inovação e Empreendedorismo.

Navegador atual nos mares do Banco do Brasil, UDF/Cruzeiro do Sul e Jornal de Brasília. Já cruzou os oceanos do IMESB-SP, Nossa Caixa Nosso Banco (NCNB) e Cia Paulista de Força e Luz (CPFL).

Freelance em atividades com a Microlins SP, Sebrae DF e GDF – Governo do Distrito Federal.

Contato para palestras, conferências, eventos, mentorias e avaliação de pitchs: professor.manfrim@gmail.com.

Linkedin – Prof. Manfrim

Currículo Lattes – Prof. Manfrim

_____________________________________________________________________________


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade