Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Quais vinhos harmonizam com biscoitos caseiros?

Aproveitando o lançamento da nova linha de biscoitos da Dom Casero, com uma experiência enogastronômica inesquecível, fui desafiada a harmonizar os produtos. Vejam que delícia

Por Daiany Nasteoli 15/10/2021 6h01

Bem-vindos á bordo! ‘Explore o mundo da gastronomia, através da sua experiência de bordo’. Foi assim que fomos recepcionados pela Pan Am Brasil um restaurante temático que simula a experiência de voar – ainda que sem sair do chão – com a antiga empresa norte americana. Este foi o espaço escolhido pela DOM CASERO para o lançamento da sua nova linha de biscoitos chamada de SURREAL que traz 10 sabores incríveis e com seus ingredientes principais todos naturais.

A grande dúvida agora é: Como harmonizar vinhos com todas essas maravilhas?

Vinho e biscoitos juntos fazem uma mistura deliciosa. No entanto, muitos não estão cientes desse fato. Ambos formam a contrapartida um do outro, de modo que o vinho e o açúcar enfatizam mutuamente suas propriedades. As características de um enaltecem o outro. Ao mesmo tempo, uma acidez frutada nos vinhos refresca a experiência gustativa e tem um efeito revigorante muito agradável em biscoitos muito doces.

Harmonizar é exatamente isso: buscar um determinado equilíbrio e complemento entre os sabores dos alimentos e bebidas que você vai consumir. A regra aqui é que quanto mais doce o biscoito, mais azedo fica o vinho. Se ambos tiverem o sabor doce, ou seja, gostos similares juntos ficaram incríveis.

Logo na recepção do evento, que foi “Surreal”, diga-se de passagem, foi servido como Welcome Drink uma cava Brut Don Román produzida pelo método tradicional. Um espumante de cor amarela muito clara, com aromas de notas florais e sabor frutado, e muito fresco. Esta cava harmonizou com todas as entradas servidas.

Já na entrada da aeronave foi oferecido um espumante brasileiro o 1913 Sparkling Brut de Bento Gonçalves, com aroma de frutas cítricas. É um espumante muito equilibrado e de ótimo volume de boca, muito refrescante da uva Chardonnay. Geralmente recomendo vinhos que passam pelo processo de fermentação malolática para harmonizar com biscoitos, pois essa fermentação ajuda a reduzir a acidez no vinho. Por isso, os espumantes podem ser uma boa pedida para combinar com a maioria dos biscoitos feitos pela DOM CASERO.

O vinho tinto foi servido dentro da aeronave – Um vinho premiado o Monsaraz Tradição da região do Alentejo da vinícola Carmim com uvas Alicante Bouschet, Trincadeira e Aragonez. É um vinho com aroma de frutas vermelhas maduras, como amoras e groselhas, e baunilha. Um vinho de médio corpo, macio e redondo. Este foi harmonizado com o menu principal da noite, e por ser um vinho de médio corpo fiz o teste e o degustei com o biscoito surreal de gergelim e com o de chocolate com castanha de caju! Ficou perfeito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

E para finalizar o evento o vinho escolhido foi um vinho do porto. Os vinhos do Porto tem uma doçura natural, são fortificados e únicos no mundo. O cacau, a gordura e o açúcar pedem algo mais forte, com mais estrutura, aroma e sabor marcante. Por isso, todos os biscoitos com essas características combinarão bem com vinhos do porto. Se estas instruções forem consideradas na hora de harmonizar, com certeza vocês irão sentir um sabor mais surreal ainda nas combinações.

E viva a nova linha magnífica da DOM CASERO. Parabéns ao comandante Ricardo Espíndola e aos empresários Denis Muniz e Tatiane Freitas, que há 15 anos comandam com maestria essa empresa genuinamente brasiliense.








Você pode gostar