Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Top 10 dos vinhos abaixo de 100 reais

Quem disse que vinho bom é vinho caro? Veja como comprar vinhos excelentes por menos de 100 reais

Por Daiany Nasteoli 22/10/2021 10h55
Top 10 dos vinhos abaixo de 100 reais

Degustar vinho sempre foi sinônimo de relaxamento, de um bom momento, e saiba que não é tão difícil quanto parece encontrar bons vinhos por até 100 reais para curtir essas ocasiões. Existem hoje várias opções dentro e abaixo deste valor de vinhos bons, honestos, prazerosos e que valem o quanto custam. E isso é maravilhoso, pois em tempos de crise, não significa que você deve deixar de tomar vinho ou tomar vinho ruim, basta fazer as escolhas certas de acordo com o seu bolso e paladar.

Pensando nisso, elaborei essa lista com 10 rótulos que custam até 100 reais e que me agradaram bastante. Tem desde vinhos simples, para o dia a dia, até vinhos mais complexos, que cabem bem em uma comemoração, por exemplo. Todos os rótulos da lista são de vinhos que eu provei recentemente. Vinhos que eu gostei e que acredito que você possa gostar também.

Confira a lista

O primeiro vinho da lista de brancos é um vinho Italiano que chegou recentemente no Brasil o Toso Moscato. Um vinho espumante com o doce obtido da uva Moscato, agradavelmente perfumado e moderado em álcool. Excelente para acompanhar sobremesas, fruta e pastelaria seca. E também excelente para quem ainda está iniciando no mundo dos vinhos, por ser leve e fácil de beber. Esse vinho custa, em média R$ 64,90.

Toso Moscato
Toso Moscato


O segundo rótulo é um vinho branco argentino, da região de Mendoza, La vid Blend das uvas Ugni blanc, Chennin e Pedro Gimenez com aromas de frutas brancas e flores, um vinho com ótima acidez, toque floral e equilibrado. Esse vinho custa, em média R$ 35,00.

La vid Blend


O terceiro é um vinho muito especial – Saint Sidone rosé. Este belo rosé é feito na Côtes de Provence, região que fica nos arredores da glamourosa Saint Tropez. Saint Sidoine é onde tem uma torre do século XI, cercada por vinhedos. Segundo a tradição, Sidoine foi um homem que nasceu cego e foi curado por Jesus. Em agradecimento, ele foi pregar a fé cristã em Provence. Atualmente, os rosés da Côtes de Provence estão entre os melhores do mundo. De cor rosa claro ligeiramente salmão, este Cuvée Sidoine é elegante e delicado, com aroma e paladar de pêssego, morango e notas florais e com ótima acidez esse vinho pode ser encontrado em vários estabelecimentos em Brasília. Esse vinho pode ser encontrado a partir de R$ 99,90.

Saint Sidone rosé

O quarto e o quinto são dois vinhos tintos que comprei em um supermercado e foram uma supressa tanto com o preço, sabor e a qualidade dos dois.

Um foi um Português, um vinho produzido pela Santos & Seixo, o Portas do Oriente, originário da região do Tejo, que é o rio mais extenso da Península Ibérica. Vindima em setembro, vinificação em cuba de inox e temperatura a 26 °C. Um blend das castas 50% Syrah, 35% Aragonês e 15% da Touriga Nacional. Com estágio em nove meses em barrica de carvalho francês.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Esse Tejo surpreende com bom corpo, frutas abundantes e estrutura cativante. Tudo isso com sutil complexidade e requinte.” Esse vinho pode ser encontrado a partir de R$ 62,90.

Portas do Oriente

O outro vinho foi francês da região de Bordeaux do Jean-Philippe Janoueix, o vinho Réserve du Château Croix-Mouton Superieur safra 2015. Das uvas Merlot e Cabernet Franc. Um vinho que me agradou muito, com pouca acidez e taninos marcantes, um vinho muito interessante que pode até ser guardado por mais um tempo. Esse vinho pode ser encontrado a partir de R$ 100,00

Réserve du Château Croix-Mouton Superieur

O sexto é um tinto, o Marquês de Borba Colheita. Um vinho com aromas de frutas, amoras e cassis, possui taninos suaves e bom equilíbrio entre fruta, acidez e taninos. Ele tem um corte das uvas: Alicante bouschet, aragonez, merlot, petit verdot, touringa nacional e trincadeira, e pode ser encontrado em supermercados a partir de R$ 80,00.

Marquês de Borba Colheita

O sétimo é o Reguengos Reserva DOC tinto. Com aromas evoluídos que lembram especiarias, passas e baunilhas, tem taninos suaves, que conferem final prolongado. Amadurece em barricas de carvalho francês e americano durante doze meses. Produtor: Carmim das uvas alicante bouschet, aragonês e trincadeira. Também na mesma faixa de preço de R$ 80,00 e são encontrados nos mesmos locais do primeiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Reguengos Reserva DOC

O oitavo é do Enólogo Marcelo Pelleriti – Festivo Malbec um vinho tinto com coloração vermelho brilhante com reflexos violetas. Seu aroma apresenta notas de frutas vermelhas, como cereja e framboesa. Na boca, é percebido o frescor e a persistência média. É um vinho equilibrado, fresco e frutado, um excelente varietal. Esse vinho pode ser encontrado a partir de R$ 75,00.

Festivo Malbec

O nono vinho é o Casas Del Maipo da uva Carménère é um vinho tinto de cor vermelho púrpura. Com aroma de madeira, especiarias, café, terra úmida e frutas vermelhas. Na boca aparecem algumas notas de trufa também. Seus taninos são suaves e sua textura aveludada. É um vinho de tipo único, de caráter firme e especial. Essa foi uma recomendação do sommelier, do Rubayat Brasília, Maico Douglas. Esse vinho pode ser encontrado a partir de R$ 65,00.

Casas Del Maipo

O décimo e último vinho passa um pouquinho dos R$ 100 reais, mas vale muito a pena degustá-lo por ser um vinho único o Goutte dÁrgent Sauvignon Blanc é elaborado pelo famoso enólogo francês Pascal Marty é o único vinho produzido com leveduras japonesas de saquê. Essas leveduras são um verdadeiro tesouro Japonês que permitem a vinificação em temperaturas muito baixas que as tradicionais.

Goutte dÁrgent Sauvignon Blanc

E para saber que está saboreando um vinho de qualidade, tudo que você precisa é de começar a provar seus rótulos com um olhar mais crítico. Preste atenção nos aromas, sabores e características que lhe encantam mais na hora de saborear uma taça. Dessa maneira, você vai criar a sua própria lista de atributos para classificar um bom rótulo de vinho!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Você tem algum vinho que considera seu favorito? Ou características que costuma admirar em um rótulo? Compartilhe com a gente suas impressões!








Você pode gostar