Siga o Jornal de Brasília

Na Garagem

F1 confirma um ponto para a volta mais rápida em corrida

Os boatos foram confirmados: foi oficializada a atribuição de um ponto pela volta mais rápida nas corridas de Fórmula 1. Sendo assim, em 2019 haverá mais 21 pontos em disputa ao longo da temporada, recompensando o mais rápido numa única volta ao domingo.

A nova regra vigora já a partir do GP da Austrália que este fim-de-semana dá início ao campeonato. Mas há condições para atribuir o ponto da volta mais rápida. A volta mais rápida só vale pontos para quem terminar a prova entre os dez primeiros lugares.

Segundo o site oficial da F1, este ponto adicional dará algo mais por que lutar aos pilotos que seguem no top dez. Já para os restantes, há a chance de fazer a volta mais rápida e dessa maneira impedir um rival direto que esteja entre os dez primeiros de ficar com a melhor marca e consequentemente com o ponto correspondente.

Stirling Moss (esquerda) e Juan Manuel Fangio (direita) durante o Grande Prêmio de Silverstone, em 1954, quando nada menos que sete pilotos empataram na volta mais rápida

Não é a primeira vez que a categoria atribui um ponto à volta mais rápida. De fato, isso foi feito nas primeiras dez temporadas (1950-1959) e, como naquela época os tempos eram medidos somente até os décimos, no Grande Prêmio de Silverstone houve nada menos que sete pilotos empatados. Todos receberam o ponto da volta mais rápida.

Você pode gostar
Publicidade