Siga o Jornal de Brasília

Mídias e Identidade

Jornalista indígena vai comandar igualdade racial

 

Sandra Terena será secretária de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, conforme confirmou a ministra dos Direitos Humanos no pronunciamento que fez ontem, quarta-feira.

 

A nova secretária tem ascendência indígena e ficou conhecida por dirigir o documentário “Quebrando o Silêncio”, sobre a prática do infanticídio nas comunidades indígenas. Ela venceu o prêmio Internacional Jovem da Paz devido ao filme.

 

Originária de uma aldeia Terena fundada por seu avô há 102 anos, no interior de São Paulo, Sandra Terena – ou “ou “Alieté”, como é chamada na aldeia se tornou a primeira jornalista indígena do Brasil em 2003.

Você pode gostar
Publicidade