Siga o Jornal de Brasília

Mídias e Identidade

Há 130 anos, Ceará foi pioneiro em acabar com a escravidão

Publicado

em

O Estado do Ceará celebra hoje, segunda-feira, dia 25 de março, o ato pioneiro de oficializar o fim da escravidão, decisão ocorrida em 1884, quatro anos antes da Lei Áurea.

 

Por esse acontecimento, o Ceará recebeu a referência de ser Terra de Luz. Considera-se também que a abolição precoce deve muito ao heroísmo do Movimento dos Jangadeiros, iniciado em 1881.

 

Foi em 1881 que Francisco José do Nascimento, também conhecido como Dragão do Mar ou Chico da Matilde, liderou colegas jangadeiros a se recusarem a transportar para os navios negreiros os escravos vendidos para o sul do Brasil.

 

A atitude do Dragão do Mar repercutiu nacionalmente e fortaleceu as idéias abolicionista. O gesto foi homenageado também por Angelo Agostini (desenhista ítalo-brasileiro) na capa da Revista “Illustrada”, com uma ilustração do líder jangadeiro e a legenda: “À testa dos jangadeiros cearenses, Nascimento impede o tráfico dos escravos da província do Ceará vendidos para o sul”.

 

IMAGENS DA CIDADE DE REDENCAO


Você pode gostar
Publicidade