fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Coluna Marcelo Chaves

Expert em hospedagem, Shoichi Iwashita dá dicas de hotéis ideais para férias com segurança em tempos de pandemia

Marcelo Chaves

Publicado

em

PUBLICIDADE

Neste momento, apenas 56 países estão abertos para viajantes brasileiros, a grande maioria exigindo exames PCR feitos de 48 a 72 horas antes do embarque. Mas o risco de contrair o vírus durante a viagem – e o fato de que os seguros viagem não cobrem despesas de doenças consideradas epidemias/pandemias pela OMS – faz com seja mais seguro viajar pelo Brasil até que haja uma vacina, já que ainda é possível contrair (e disseminar) o coronavírus. Por isso, a escolha mais sensata para quem está sonhando em viajar no verão que se aproxima é deixar as cidades de lado e escolher hotéis-destinos exclusivos, em meio à natureza e com ventilação natural; lugares onde o distanciamento social é uma realidade.

Pensando nisso, a coluna foi ouvir as dicas do jornalista Shoichi Iwashita, 41 anos, idealizador do site Simonde.com.br, que há cerca de sete anos é uma das principais referências em conteúdo sobre viagens de luxo e gastronomia no Brasil. Compulsivo por informação e colecionador de moleskines com anotações de viagens e restaurantes, Shoichi se dedica a compartilhar seu repertório através das matérias que escreve para o portal e revistas de viagens e de lifestyle, e também atuando como consultor em hotéis, restaurantes e projetos relacionados ao universo do luxo. Confira as dicas dele:

CRISTALINO LODGE, Alta Floresta – Mato Grosso

“Apesar dos tristes incêndios que vêm assolando praticamente todos os biomas brasileiros, a experiência amazônica no Cristalino Lodge não foi afetada. O motivo: o hotel ocupa uma área de dois hectares, mas mantém uma floresta intacta, ou melhor, uma Reserva Particular do Patrimônio Nacional (RPPN) com 11.400 hectares (uma área seis vezes maior que o arquipélago de Fernando de Noronha). São apenas 18 bangalôs e muitas atividades ao ar livre: 30 quilômetros de trilhas para observação de aves, mamíferos, borboletas e orquídeas, e duas torres de observação com 50 metros de altura para observar, do alto, a vida na floresta. O hotel conta com horta orgânica e 100% da energia nas acomodações vêm de painéis solares. Um belo exemplo de como o turismo de luxo pode preservar o meio ambiente.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

PONTA DOS GANCHOS, Governador Celso Ramos – Santa Catarina

“Reaberto em 30 de julho (e com uma taxa de ocupação altíssima desde então) e a 60 km de Florianópolis, o Ponta dos Ganchos é daqueles refúgios super privativos com direito a praia particular, uma pequena ilha e belíssimas vistas para o mar da Costa Esmeralda, norte de Santa Catarina. São apenas 25 bangalôs, de 80 a 310 metros quadrados, espalhados por uma área de 80 mil metros quadrados. Para a temporada de verão que se aproxima, o hotel criou o Sunset Hours, uma experiência diária com drinques, tapas e música lounge para celebrar o pôr do sol, e ainda aulas de meditação e ioga ao ar livre todos os sábados pela manhã. A gastronomia, o serviço e o spa assinado pela marca francesa Sisley completam sua experiência.”

UXUA, Trancoso – Bahia

“Pode ser difícil manter o distanciamento social em Trancoso no alto verão. Mas se hospedando no Uxua e tendo um carro, você pode explorar os muitos quilômetros de belas e tranquilas praias no sul da Bahia, indo para Itapororoca, Itaquena, Praia do Espelho, encontrando várias faixas de areias sem aglomeração. Já no Uxua, no coração do Quadrado (a pousada quase invisível para quem passa na frente) você vai encontrar a experiência de hospedagem mais autêntica de Trancoso. Criação do ex-diretor-de-muitos-anos da marca de jeanswear Diesel, o holandês Wilbert Das, cada uma das 11 casas, incluindo quatro no próprio Quadrado, era a residência de um pescador cujo nome se transformou no nome da acomodação, tendo sido reformado — com muito bom gosto — por artesãos locais que conheciam seus donos. Além do hotel, da piscina belíssima feita com aventurina (um quartzo típico da Bahia) e do ótimo restaurante com pratos que usam ingredientes orgânicos (eles são os grandes responsáveis por esse movimento em Trancoso), o Uxua tem ainda a melhor barraca de praia na Praia dos Coqueiros. Porque cada bangalô tem seu próprio espaço na praia e você ainda pode receber amigos. É só chegar.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

NANNAI NORONHA SOLAR DOS VENTOS – Fernando de Noronha

“A pousada que é a nova sensação do arquipélago abre no dia 1 de dezembro, mas já está esgotada até meados de fevereiro. Motivos não faltam. São apenas dez bangalôs, com até 75 metros quadrados, todos com vista para o mar da Baía do Sueste, uma das praias mais ricas em biodiversidade marinha de Fernando de Noronha. Além das acomodações com vista de tirar o fôlego, a pousada ainda conta com um restaurante que será parcialmente abastecido com as frutas e legumes da horta e do pomar orgânicos da propriedade, uma loja multimarcas, filial da Nannai Boutique de Muro Alto (no continente), e uma preocupação grande com sustentabilidade, já que conta com um sistema de captação e reaproveitamento das águas da chuva, e ainda usa não só energia solar como um aerogerador que produz energia eólica.”

Fotos: Arquivo Pessoal e Reprodução




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade