Siga o Jornal de Brasília

Mandando a Letra

Vamos falar da redação do Enem?

Publicado

em

Publicidade

Como não falar disso? Foi o papo do domingo e ainda rendeu o dia inteiro ontem. Muita gente reclamou da escolha do tema. Cá pra nós, sempre tem uma justificativa para uma redação ruim, né não?

Os argumentos contra

O tema da redação para o Enem no domingo foi “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”. Entre as reclamações estava a de que o exame deveria propor assuntos gerais e que surdez era específico demais. Seria melhor focar em deficiências generalizadas.

Outro argumento foi de que os alunos de ensino médio não tinham a “obrigação” de saber tanto a respeito de propostas para solucionar um problema tão grave. Além do mais, talvez eles nem conhecessem um surdo sequer. Já que a porcentagem deles na população é considerada baixa.

Mas e os surdos?

Rapidamente, circulou nas redes sociais um vídeo gravado por Pâmela Matos, professora surda da Universidade Federal do Amapá (Unifap), relatando sua experiência, em contraponto a uma ex-professora sua que protestou, inclusive, tachando o tema de “golpe” (???). Pâmela também usou as interrogações.

Ela lembrou a dificuldade dos surdos em sala de aula. Penso que a professora, talvez, não seja especialista. Mas, pelo relato, faltou-lhe sensibilidade e boa vontade. Será que, naquela sala de aula, Pâmela não mereceria esse esforço simplesmente porque fazia parte de um universo de somente 5% de pessoas?

Vamos falar de quem se deu bem – sim, eles existem!

A despeito das reclamações, o que não compreendo, temos diversos exemplos de pessoas que não foram contra, e até gostaram. Um candidato me falou que ficou surpreso, mas desenvolveu bem o tema. Tratava-se de um aluno que não pesquisou o assunto (visto seu espanto), mas era bom de interpretação de texto, elaboração de pensamento e desenvolvimento da escrita. Bingo!

Meu amigo Ribamar Júnior, professor exemplar da UFPI, sempre leva seus alunos a debater temas atuais, relativos a muitos e a poucos, mas não menos importantes. Esses estudantes adoraram o tema. Onde está a surpresa então? Dica: leia tudo. Afinal, o site do MEC mostrou a importância do primeiro Enem com orientações em Libras. Palmas pro Ribamar.

Chega de reclamação

É bom parar de reclamar e evitar o ensino de fórmulas para um pré-texto nota 10. Trabalhe vários temas, gerando curiosidade, capacidade de pesquisa, espírito pensativo, produção de raciocínio e arranjo de ideias.

Geralmente as reclamações são desculpas de quem já escreve mal. Afinal, quem não tem medo de redação escreveria, com sucesso e entusiasmo, sobre “Uma fábrica de pirulitos exemplar”.


Você pode gostar
Publicidade