Siga o Jornal de Brasília

Mandando a Letra

O Natal e o significado

Publicado

em

Publicidade

Vivemos época de Natal. Essa é uma palavra que nos faz lembrar de tanta coisa. Isso porque ela carrega uma série de significados. Alguns que sabemos, outros que só temos ideia consultando mesmo.

Significante e significado

Quando você começa a estudar linguística, logo se depara com as expressões significante e significado. Basicamente, e explicando de forma simples e resumida, significante é o elemento material, é o que temos de perceptível, ou seja, o que se fala ou escreve. Na palavra da qual estamos falando, então, seria natal ou Natal, escrita ou falada corretamente.

Já no caso do significado, temos a parte mais abstrata que se relaciona com essa palavra escrita ou falada. Para chegarmos ao significado de natal que alguém está falando ou escrevendo, é necessário abordarmos o contexto. Afinal, natal (ou Natal) pode ter vários sentidos. A palavra sozinha não dá garantia de seu conceito.

Em busca de compreensão

Eu imagino que a primeira medida que alguém toma para compreender o que significa uma palavra é buscá-la no dicionário. Quando você chega lá para saber o que é “Natal”, vai encontrar, pelo menos, cinco formas diferentes de entender o que a palavra significa. O nascimento de Jesus é a quarta, segundo Houaiss e Aurélio. Sim, no dicionário, os sentidos das palavras são listados por importância ou tempo de uso de suas acepções.

Natal pode ser um adjetivo que aponta para o nascimento de alguém ou para o lugar onde isso ocorreu. Também, como substantivo, pode indicar o dia do nascimento. Daí vem o Natal de Jesus, que tem a grafia alterada, por utilizar a inicial maiúscula (coisa que o dicionário também demonstra). A palavra também pode ser utilizada para denotar canções relativas ao Natal.

Em busca do significado

Como nós vimos, o dicionário vai fazer uma relação grande de possibilidades do significado daquela palavra que você encontrou. Claro, se você vir a palavra escrita com a inicial maiúscula, já terá meio caminho andado para entender que se está falando da comemoração do nascimento de Jesus ou do próprio nascimento dele mesmo. Mas…

Mas e se a inicial maiúscula for por causa de outra coisa? Vejamos algo importante: os nomes próprios não constam do dicionário. Um exemplo é a ensolarada cidade do Nordeste brasileiro. Você vai precisar de uma frase, um contexto ou o seu interlocutor para ter certeza. Imagine as seguintes afirmações: “Na semana que vem, vou curtir as praias de Natal” e “Na semana que vem, vou curtir as praias no Natal”. Dá pra perceber qual é a cidade e qual é a festa, né? Isso só por uma palavra.

Que seu Natal tenha sido feliz, pra quem foi pra Natal e pra quem ficou aqui.


Você pode gostar
Publicidade