Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Uma carta de amor à Castália Artesanal 

Não faltam opções excelentes de cafés e padarias na cidade, mas essa é minha amada imortal

Por Lulu Peters 01/07/2022 8h00
Foto: Divulgação

Minha tão querida Castália,

dia desses, tomada por certo bloqueio criativo, fui pesquisar fotos de comida no meu banco de imagens pessoal e, sob a palavra “café” ou “pão”, essa busca deixou muito claro que temos um dos relacionamentos mais duradouros e felizes que eu já tive.

Neste novo mundo de padarias (ou melhor, bakeries) e cafés, onde tudo é artesanal, muitas vezes, só para justificar que o produto acaba em 2 horas e que o serviço pode ser lento pra caramba, o seu pioneirismo em Brasília e na minha vida foi inegável, como uma das primeiras padarias a propor produtos diferenciados, com  especiais, de excelência, e técnicas de fermentação que garantem ainda mais qualidade e sabor àquilo que já amamos: pão.

Verdade seja dita, nossa relação mudou muito desde meu primeiro texto lá nos idos de 2017. Naquela época, escrevi sobre como você tem uma aura mágica, como quem se veste pela manhã com ajuda dos passarinhos e coloca torta de amoras para esfriar na janela. Acho que o folhado de framboesa e limão siciliano não passa por esse processo, mas é divino e mágico mesmo assim.

A paixonite passou, o fervor diminuiu, às vezes precisei dar um tempo, já fiquei chateada com seu serviço, com o fato de você não abrir muito cedo ou estar fechada às segundas. Mas pude conhecer sua versão Asa Sul, me apaixonei de novo, acabamos retomando essa relação e fui aprendendo a valorizar aquilo que você me dá de estável e perene, como seu matcha latte que acho o melhor de todos, acompanhado de um dos seus folhados salgados, com queijo Minas ou presunto e queijo, que são um abraço no coração em forma de pão amanteigado, um presente que você me dá (mas eu pago), semanalmente, como meu ritual de auto cuidado.

Eu sempre posso contar com o seu melhor. Seu croissant, o pão de abóbora e tomilho, pão de cacau, folhado de abobrinha, de tomate e, aí, de repente, você me pega de surpresa e reacende nossa paixão, trazendo salmão defumado, homus (que tenho estocado em casa), rillette e avocado toast para a nossa relação.

Para não pesar tanto na cafeína e na temperatura, seus refrescos tornam minha vida mais leve, principalmente, no calor, como o de gengibre com framboesa ou de guaraná, além do mate da casa com muito limão, um dos meus favoritos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Tive uma crise bem recente contigo, quando descobri que o pudim de amêndoas não estava em falta e, sim, tinha sido tirado da minha vida por você. Mas é assim. A gente aceita uma perda porque, afinal, o monte de churros tá lá; o Café Castália na versão gelada, com caramelo e paçoca de baru, tá lá; o brioche, meu Deus, está sempre lá, eu posso contar com ele e com você. Isso não tem preço.

Sei que ainda não consegui te apresentar para todo mundo. Afinal, rola certo ciúme da minha parte mesmo. E também porque quem não te conhece depois de tanto tempo, não deve estar com a terapia em dia ou está morando numa caverna, quem sabe. Quem não aproveita um brunch ou seus sanduíches e torradas na sua Asa Sul está perdendo. Quem não passa na Asa Norte para estocar produtos para casa ou tomar um café solitário e pensativo, também.

Apesar do ciúme, eu sei que tentar prendê-la nessa relação só comigo, certamente, prejudicaria sua magia que é, justamente, espalhar seu amor no mundo na forma de pão e, agora, ainda mais incrível, pizza.

Então, siga sendo minha, amor, mas seja dos outros também. Afinal, se tem algo que o mundo anda precisando é do seu carinho, seus pães, seus doces, suas pizzas, seus cafés e sua cerveja. Obrigada sempre, minha amada, Castália.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

PS: Obrigada à Joana por transformar um relato numa carta pessoal de verdade.

Serviço

CLN 102 Bloco D Lojas 64/74 – Asa Norte, Telefone: (61) 3081-8899

CLS 304 Bloco B Lojas 02/04 – Asa Sul, Telefone: (61) 3224-2765

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

SHCGN 708/709 – Asa Norte, https://www.ifood.com.br/

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE







Você pode gostar