Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Melhor de 3: Brunch para quem tem approach

Na coluna desta semana, escolhi 3 opções de brunch do nosso quadrado, com faixas de preços bem diferenciadas, para avaliar e comentar a respeito de cada um!

Por Lulu Peters 13/04/2022 6h01

Esses dias, tive a ideia de fazer um ‘quadro’ para a Lulu no Quadrado, que vai se chamar “Melhor de Três” e deve virar texto aqui, periodicamente! A proposta é selecionar produtos e serviços similares, de três casas diferentes e com custos bem variados também, para apontar prós e contras de cada um! E neste primeiro Melhor de Três: BRUNCH!

Antes de mais nada, uma rápida ressalva. O conceito de brunch, que vem do inglês breakfast + lunch (café da manhã + almoço) já está bem “diluído” e até abrasileirado pela nossa cultura gastronômica. Isso porque, nos Estados Unidos, onde o termo foi cunhado, é muito comum que os pratos mais populares de café da manhã, como panquecas, ovos mexidos com bacon, french toast (algo tipo nossa rabanada), cafés e sucos, parem de ser servidos a partir das 11h da manhã, porque a casa vai iniciar o serviço de almoço.

Assim, quem acordava mais tarde no domingo, por exemplo, não conseguia comer esses pratos matinais fora de casa. Aí, o que o mercado fez? Começou a servir esses pratos em horário prolongado, principalmente aos domingos. E já que vamos tomar café, mas já passou do meio dia, por que não incluir mimosas, bellinis ou só o espumante? E assim nasceu o brunch!

Por aqui, além de não termos tantos restaurantes que servem café da manhã, nossos pratos matinais são totalmente diferentes e, por fim, nossa cultura é de um almoço mais robusto. Mas se adaptar é vencer a corrida da evolução, o brasileiro é evoluído demais.

Hoje, podemos nos deleitar tanto com ovos beneditinos e panquecas, quanto misturar café com almoço, e tudo isso nem precisa ser só aos domingos. Então, vamos lá!

B Hotel

Eu tenho uma queda (ou seria crush?) por esse lugar desde que descobri seu rooftop maravilhoso, que garante um verdadeiro passeio turístico para ver a Torre de TV, o Estádio e o pôr do sol brasiliense, numa visita só. Quem não conhece ainda, apenas vá.

Mas o saguão, a fachada e o hotel como um todo têm uma arquitetura encantadora para qualquer brasiliense ou entusiasta da cidade. É como se o hotel estivesse num ponto perfeito entre os anos 60 e o século XXI. Tem um ar de Brasília “das antigas” com uma pegada totalmente contemporânea. Misto de siso e leveza, austeridade e aconchego, pompa e elegância causal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O brunch é servido no salão do restaurante que integra o saguão. O preço, quando visto isoladamente, pode assustar: R$150,00 por pessoa, com direito a uma taça de espumante. Mas, ENTENDAM, o brunch é um buffet gigantesco, que começa a ser servido às 12h e vai até as 16h.

Abram a mente e visualizem: estou falando de croissants, pães, torradas, croque monsieur, embutidos, iogurte grego artesanal, frutas e sucos fresquinhos (melhor suco verde/detox), mas também de steak tartare, ceviche, gravlax de salmão e de atum, patê de campagne, saladas, massas, grãos.

Em termos de ingredientes, só a picanha, que é semi curada numa capa de sal e finalizada, na hora, com manteiga de ervas e o camarão fresco, também refogado na hora, justificam tranquilamente o preço.

A ideia é chegar com toda calma, tomar seu café da manhã tardio, engatar na conversa, brindar com o espumante, comer um pouco mais, aí, dividir uma garrafa de vinho, e partir para pratos mais pesados. São quatro horas num ambiente lindo, com comida boa à vontade, pela faixa de R$200,00 a R$250,00 por pessoa (com vinho ou um drink, embora eu indique mais vinho ou espumante mesmo). É um super programa. Inclusive, sempre pensei em fazer um aniversário lá, vou retomar a ideia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O brunch é servido apenas aos domingos, de 12h às 16h. Para visitantes, R$150,00 por pessoa com direito a todo o buffet e uma taça de espumante e, para hóspedes, R$100,00 por pessoa, nos mesmos termos.

Le Parisien

Falando em adaptação, um francês típico se abrir para um brunch é um evento icônico. Mas comida boa é paixão francesa e qualquer café da manhã pode melhorar com um toque francês.

A charmosa esquina oferece, ao invés de buffet, opções combinadas e avulsas, como croissant recheado com Brie acompanhado de saladinha e geléia de morango artesanal (R$16,00), ou o clássico Croque Monsieur feito com brioche, copa defumada, gruyère gratinado, também com salada (R$36,00).

Para quem prefere um conjuntinho completo, a Formule #1 leva pães, manteiga, fatia de gruyère, copa defumada, geleia, suco de laranja, café ou chá e, ainda, um extra que pode ser salada de fruta, patê de campagne (divino), ovos mexidos ou iogurte com granola (R$45,00).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Tudo é muito bem servido e a maior prova é minha paixão: Ovos Benedict ou Ovos Beneditinos. Um clássico de brunch! Dois ovos poché sobre brioche grelhado, bacon crocante e molho hollandaise, acompanhado de mini salada (R$36,00). Entendam: é uma refeição!!

Essas opções estão disponíveis de terça a domingo, a partir das 9h da manhã, ou seja, não precisa nem esperar o final de semana.

Quitinete Gourmet

Houve uma época em que casas boas ofereciam brunch, mas, do nada, o retiravam do cardápio. Era frustrante ficar procurando quem estava mantendo, saber se era sábado ou domingo. Foi numa dessas de “dar com a cara na porta” que acabei na 209 Sul, e conheci, por acidente, a opção de brunch do Quitinete.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Confesso, me fisgou pela constância e pelo parquinho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Há dois combos interessantes, que incluem pães, bolo, queijo, geleia, salada de fruta, café e suco, além de panqueca, ovos mexidos e outros quitutes avulsos.

Na época em que eu mais frequentei, as crianças eram menores e ficaram muito apaixonadas tanto pela panqueca, como pelo Ovo Beneditino.

Aliás, o brunch para dois o inclui, em uma versão sem muita pompa, mas que respeita muito a receita tradicional por usar pão branco mais adocicado, ponto do poché com gema amolecida e uma proteína, além de um molho hollandaise bem bom. Além dele, uma panqueca americana pequena, bolo do dia, salada de fruta, cesta de pães, fatia de queijo branco, uma bebida quente e um suco de laranja, além de manteiga, requeijão e geleia (R$35,00).

Já o Matinal é uma versão menor, com misto quente, ovo mexido com bacon e saladinha de fruta, além, também, de bebida quente e suco (R$29,00).

Ainda é possível pedir versões avulsas só da panqueca e só do Beneditino, o que é muito bom também para quem já sabe o que quer. Sem dúvidas, uma das opções mais acessíveis da cidade!

Serviços
B Hotel
SHN Q 5 BL J Lote L – Asa Norte, Brasília – DF, 70705-100
Telefone: (61) 3962-2000
Instagram: @bhotelbrasilia

Le Parisien
CLN 103 Bloco B Loja 2 – Asa Norte, Brasília – DF, 70732-520
Telefone: (61) 98263-8484
Instagram: @leparisienbistrotbsb

Quitinete Gourmet
CLS 209, Bloco B – Loja 05, Asa Sul, Brasília, DF, 70272-520
Telefone: (61) 3242-0506
Instagram: @quitinetegourmet








Você pode gostar