Siga o Jornal de Brasília

Inspiração

Como a nutrição pode reduzir as enxaquecas?

Publicado

em

Como a nutrição pode reduzir as enxaquecas?

Por Andressa Marchi

A enxaqueca é uma desordem neurológica, caracterizada por episódios de dor de cabeça intensa e persistente, decorrente de diversos gatilhos – como alterações hormonais, problemas imunológicos e doenças existentes .

A alimentação saudável desempenha um importante papel na redução deste sintoma que afeta grande parte da população. Aumentar o aporte de vitamina D, por exemplo, é uma das condutas propostas por alguns estudos. Estudos mostram que o aumento nos níveis de vitamina D promoveu redução no tempo do sintoma. Desta forma, aumentar o consumo de fontes de vitamina D – como ovos e peixes – pode ser uma interessante estratégia.
As vitaminas do complexo B também são importantes. Uma análise realizada na Austrália, com mulheres que apresentavam enxaqueca, mostrou positiva associação entre polimorfismo no metabolismo de folato e a severidade dos sintomas.

A riboflavina é outra vitamina que ganha destaque, sendo correlacionada com redução da enxaqueca e suas consequências, de forma segura. Vale ressaltar que a sinergia entre as vitaminas do complexo B é um fator para otimizar os resultados, e podemos encontrar este grupo de vitaminas em frutas, verduras, legumes, cereais integrais e oleaginosas.

De forma complementar, os alimentos anti-inflamatórios desempenham importante atuação na redução de reações inflamatórias – um dos principais gatilhos para o sintoma.

Desta forma, a alimentação saudável – bem como a sinergia entre os nutrientes – exerce positivo impacto na redução do risco de enxaqueca e suas morbidades, melhorando a qualidade de vida de pessoas que são afetadas por este sintoma.


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

    Charge
Publicidade