Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

O Homem do Norte: Poesia, vingança e ousadia em uma das grandes apostas do ano

Dirigido por Robert Eggers e baseado na lenda que inspirou Shakespeare, o longa chega aos cinemas nesta quinta-feira (12)

Foto|Divulgação|Universal Pictures

Nos últimos tempos Hollywood foi sufocada por filmes de super-heróis, remakes e continuações de clássicos. O diretor Robert Egger, responsável por “A Bruxa” e “O Farol”, volta com seu estilo e originalidade em “O Homem do Norte”, uma das grandes apostas no cinema do ano. Para compor essa grande ousadia o longa conta com grandes atores como Alexander Skarsgård, Nicole Kidman, Anya Taylor-Joy, Ethan Hawke e Willem Dafoe no elenco.

O Homem do Norte é uma adaptação da lenda de Hamlet, então a história já é mais ou menos conhecida. O jovem príncipe Amleth vê seu pai (Ethan Hawke) o rei viking ser morto sem misericórdia por seu próprio irmão. Sem escolha ele acaba fugindo e crescendo longe de sua ilha e de sua mãe (Nicole Kidman). Quando adulto, se torna um grande lutar (vivido por Alexander Skarsgård) que tem um único propósito em mente: vingança. Depois de ouvir uma profecia de uma bruxa (Björk), ele acaba se escondendo como escravo na fazendo de seu tio, Fjölnir (Claes Bang) e começa a arquitetar sua vingança ao lado de uma bela feiticeira eslava (Anya Taylor-Joy).

Foto|Divulgação|Universal Pictures

Direção

Além de dirigir Robert Eggers também assina o roteiro ao lado do irlandês Sjón, talvez um dos grandes diretores dos últimos anos, Eggers tem um olhar inovador e curioso que não tem medo de assumir um grande projeto prova disso é a imersão que ele fez nos costumes vikings para dar veracidade ao longa que transborda nas culturas nórdicas como danças, músicas, lutas, figurinos. Algo que também chama atenção são os momentos de drama, os diálogos ficaram precisos no ponto certo. Sem dúvida a história ficou amarrada com close-ups intensos e ótimas performances.

Atuações

Foto|Divulgação|Universal Pictures

Algo que fica claro desde o início é um roteiro que não tem interesse em se fazer entender os personagens apresentados, que de forma nenhuma prejudicou as atuações do elenco que conseguem se adaptar com toda a intensidade que o filme exige. Mas o grande destaque fica para Nicole Kidman que vive a rainha nórdica Gudrún que eleva todo o seu trabalho de montagem para apresentar uma personagem com muitas questões não resolvidas relacionadas a uma vida de abusos. Que poderia facilmente ser comparada ao mundo atual.

Dimensões Técnicas

O Homem do Norte continua com a qualidade já conhecida pelos fãs do trabalho de Eggers, no caso deste longa o diretor recebeu o maior orçamento de sua carreira em torno de R$ 416 milhões para a produção ser o mais detalhada e realista possível, fazendo com que o uso de computação gráfica fique quase que invisível. O trabalho visual do filme realmente está muito satisfatório, os detalhes da época entre os cenários e os figurinos escolhidos compõem a narrativa.

Considerações

Como toda essa história de vingança, bruxaria, derramamento de sangue e massacre em vários momentos, o longa tem tudo para se tornar um dos maiores sucessos do ano, talvez a escolha da data do lançamento possa interferir na bilheteria, mais mesmo assim e um ótimo filme  que inova sem medo uma história antiga.

Confira o trailer!!!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ficha técnica:

Direção: Robert Eggers;

Roteiro: Robert Eggers e Sjón;

Produção: New Regency;

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Elenco: Alexander Skarsgård, Nicole Kidman, Anya Taylor-Joy, Ethan Hawke, Claes Bang, Björk e Willem Dafoe;

Gênero: Ação, Drama e Fantasia

Distribuição: Lionsgate Films

Duração: 2h 17min

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Classificação Indicativa: 18 anos

Assistiu à pré-estreia a convite da Espaço/Z

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE







Você pode gostar