Siga o Jornal de Brasília

Esplanada

Queda do PIB alerta a equipe econômica

Publicado

em

Publicidade

Embora esperada, a queda de 0,2% do Produto Interno Bruto no 1º trimestre acendeu o alerta na equipe econômica do Governo de Jair Bolsonaro (PSL). Apesar do impacto negativo dos dados divulgados pelo IBGE, o Governo, por ora, evita admitir que o País esteja à beira de nova recessão.

A determinação para a equipe econômica é destravar a execução do pacote de medidas, amarrado ‘em estudo’ desde abril, para tentar alavancar a economia e incentivar a indústria, reduzir custos de empresas, gerar empregos e promover mudanças regulatórias no mercado.

Lobby oficial

Os ex-senadores Ana Amélia e Ricardo Ferraço migram para o mercado privado. Entraram na Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais.

Publicidade

Cidadania

A Câmara Distrital do DF analisará PL 449/19, de Fábio Felix, que obriga o Governo de Brasília a doar absorventes para mulheres moradoras de rua. A conferir.

Chão da fábrica

O Governo tem contado com apoio dos grandes empresários para convencer o ‘chão da fábrica’ para a importância da reforma da Previdência. O presidente da Comissão que analisa a reforma, deputado Marcelo Ramos (PR-AM), tem recebido empresários para ouvi-los também.

Há dias, passou no seu gabinete o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Carlos Moraes.

A Anfavea apoia a reforma em três dimensões, segundo conta Moraes: “pelas questões sociais que geram tanto desigualdade, pela insustentável situação dos níveis de desemprego e também pela dimensão econômica”.

“Se não fizermos isso o futuro será o caos. Temos que enfrentar esse nosso manicômio tributário que contraria a lógica de todas as democracias sociais do mundo”, completou o presidente da Comissão.

 Sistema $

Enquanto o Governo protela anúncio das mudanças no Sistema S, deputados da Comissão de Desenvolvimento Econômica cobram mais transparência e rotatividade dos dirigentes das entidades – alguns estão há décadas no comando, e os que saem, deixam aliados próximos.

Compõem o Sistema S nove entidades: Senai, Sesc, Sesi, Senac, Senar, Sescoop, Sest, Senat e Sebrae. Em 2018, o S arrecadou R$ 17 bilhões em contribuições de empresas.

O de sempre

O PT e PSB apertam o cerco ao Palácio sobre uso das emendas parlamentares para apoio à reforma da Previdência – relação Executivo-Legislativo muito usada pelos Governos anteriores. As legendas recorreram à Procuradoria-Geral da República para investigação sobre promessa de repasses de R$ 10 milhões por semestre aos parlamentares favoráveis à reforma.

Os socialistas alegam que o Planalto faz tal proposta “diante da ameaça de ver o seu principal projeto ser barrado no Congresso”. Já o PT pretende convocar o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), para explicar o caso na Comissão Especial.

Novato na pista

O Senado aprovou a indicação de Davi Ferreira Gomes Barreto para diretor da ANTT. Tido como incorruptível pelo mercado, Davi é graduado em Engenharia Eletrônica pelo ITA, mestre em Regulação pela UnB, com passagens pelo TCU e o TCE/CE. Sua chegada tira sono de uma turma que é alvo da Polícia Federal, que visitou a Agência.


Você pode gostar
Publicidade