Siga o Jornal de Brasília

Esplanada

Privatização da Eletrobras em compasso de espera

Publicado

em

Publicidade

A mudança de calendário na votação da reforma da Previdência, a incerteza em torno da indicação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a embaixada do Brasil em Washington e a operação que teve como alvo o líder do Governo, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), devem atrasar ainda mais o envio ao Congresso do projeto para a capitalização da Eletrobras.

A proposta seria enviada ao Congresso em junho. A intenção do Palácio, conforme estudos feitos pela equipe econômica, Advocacia-Geral da União e o Ministério de Minas e Energia, é arrecadar R$ 18 bilhões com a emissão de novas ações da companhia. Pelo atraso, o projeto só deve ser analisado pelo Congresso em 2020.


Você pode gostar
Publicidade