fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Esplanada

Exército de prontidão

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O presidente Michel Temer, o ministro Raul Jungmann (Defesa) e o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Sergio Etchegoyen, analisam a possibilidade de autorizar, novamente, o emprego das Forças Armadas para a garantia da Lei e da Ordem no dia 30 de junho – data de novo protesto e greve geral convocados pelas centrais sindicais. Apesar de polêmica, o Governo está disposto a recorrer à medida para evitar novo quebra-quebra na Esplanada dos Ministérios.

A conta

A AGU tenta cobrar a conta das centrais da quebradeira na Esplanada. Reparos (os pequenos) passaram de R$ 1,5 milhão. Sindicatos dizem que foram Black-blocs

Teoria

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A associação dos servidores da Abin está revoltada com a VEJA. Considera a reportagem irresponsável e sem qualquer prova de que espionou o ministro Fachin.

Contra-ataque

Agora, a Asbin quer investigação sobre as teorias da revista: “Exigimos uma apuração rigorosa das supostas investigações (..) para garantia de idoneidade da Agência”.

Confusão

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

É confusa a perda dos direitos políticos do deputado Paulinho da Força Sindical, presidente do Solidariedade. O PGR Rodrigo Janot mandara arquivar o inquérito 2778 que o deputado respondia por improbidade administrativa. Foi o TRF da 3ª Região (desembargadora Consuela Yoshida) quem entrou no circuito e enquadrou o político.

Consolo

A comitiva de aliados para consolar o deputado Paulinho foi grande ontem à tarde. Desde office-boys e garçons, passando por parlamentares amigos até o ministro Ronaldo Nogueira, do Trabalho, pasta controlada pelo PTB e sonho de Paulinho.

Em tempo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Paulinho foi condenado por usar verba gorda do FAT, ligado ao ministério, para contratar sem licitação ONG para ministrar cursos profissionalizantes.

Anistia$

A pedido da AGU, a Justiça Federal determinou o bloqueio de bens em R$ 5,2 milhões de quatro servidores do Ministério do Planejamento após serem constatados “fartos indícios” de ação fraudulenta e improbidade administrativa na concessão de anistias.

Do nosso

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No despacho, o juiz Charles Frazão afirma que a servidora atuou em “conluio” com três outros réus para conceder ilegalmente benefícios do Programa de Anistia. Os prejuízos são de R$ 1.116.647,87.

Ficha Limpa

Com prováveis candidatos na mira da Justiça, parlamentares do Governo e da oposição deixam numa gaveta da Comissão de Constituição e Justiça do Senado o projeto que veda a candidatura de réus à Presidência da República.

Tudo em casa

A proposta, de autoria do senador José Medeiros (PSD-MT), altera a Lei Ficha Limpa e aguarda a indicação de relator no colegiado presidido pelo senador Edson Lobão (PMDB-MA), aliado do presidente Michel Temer.

O de sempre

A bancada do PT na Câmara vai entrar com ação no STF contra o que taxa de “toma lá, dá cá” e discriminação contra oposição. O líder do PT na Câmara, Carlos Zarattini (SP), detalha cifras ao afirmar que a base de apoio de Temer tem recebido recursos e liberação de emendas em volumes até dez vezes superiores aos destinados à oposição.

Faz sentido

Reclama o líder petista: “O governo liberou em média, nos últimos meses, aos parlamentares do PSC, R$ 2,4 milhões e, para (os deputados do) PMDB, um total de R$ 1,59 milhão. Para o PT a média da liberação de emendas obrigatórias foi de R$ 243 mil, para o PDT, R$ 255 mil e, para o PCdoB, R$ 234 mil”.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade