Siga o Jornal de Brasília

Esplanada

Deputados encrencados com a Justiça integram CCJ

Além de deputados de primeiro mandato, a nova Comissão de Constituição e Justiça da Câmara está repleta de parlamentares encrencados com a Justiça. Entre eles, alvos da Lava Jato, como o ex-senador Aécio Neves (PSDB-MG), suplente, e o ex-líder do Governo Michel Temer, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).

Outros colecionam processos, como o deputado Paulo Pereira da Silva (SDD-SP), alvo de quatro inquéritos e uma ação penal no STF. Ex-relator da reforma da Previdência do Governo Temer, o deputado Arthur Maia também integra a CCJ como titular. O democrata é alvo de inquérito no Supremo envolvendo pagamento não contabilizado na campanha para a Câmara dos deputados em 2010.

 

Dois na berlinda

Com dois ministros na berlinda, do Turismo e da Educação, crescem na Esplanada dos Ministérios rumores sobre eventuais substitutos para os comandos das pastas. Um dos nomes cotados para o lugar de Ricardo Vélez Rodríguez é o do senador Izalci Lucas (PSDB-DF), que foi nomeado vice-líder do Governo Bolsonaro e passou a frequentar o Palácio do Planalto com assiduidade nos últimos dias.

Parlamentares do PSL evitam citar nomes, mas dizem que se Marcelo Álvaro (Turismo) cair, a pasta ficará um integrante do partido. A situação do ministro – envolvido no escândalo de supostas candidaturas laranjas – ficou mais delicada depois de a Comissão de Transparência e Fiscalização aprovar convite para ouvi-lo no Senado.

 

737 Max

Mesmo após o acidente com o avião na Etiópia, antes de anunciar que suspenderia a operação com o Boeing 737 Max 8, a GOL lotou um voo com o modelo de Brasília para Miami na última segunda-feira. E o ar condicionado estava fraco, notaram passageiros.

 

Terra mãe

Portugal vai recuperando o crédito dos investidores após a crise que abalou as contas de seu governo. A Standard & Poor’s acaba de subir o rating do País para nível 8, o melhor da história da Terra Mãe para captação de recursos.

Você pode gostar
Publicidade