fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Do Alto da Torre

MP pede dados sobre GPS utilizados em ônibus que circulam pelo DF

Documento da Semob enviado ao MPDFT afirma que as máquinas de GPS estariam implementadas em todos os veículos até março deste ano

Lucas Valença

Publicado

em

PUBLICIDADE

O Ministério Público local deve oficiar esta semana a Secretaria de Mobilidade para que apresente dados sobre a utilização de GPS nos ônibus que circulam pelo DF. O mecanismo eletrônico é essencial para medir os indicadores de cumprimento de horários e viagens do transporte público.

Dados existentes

Um documento da Semob enviado ao MPDFT afirma que as máquinas de GPS estariam implementadas em todos os veículos até março deste ano. A Semob, no entanto, garantiu à coluna que todos os ônibus da cidade possuem o mecanismo. Só que há a reclamação, por parte do MPDFT, de que os números ainda não estão sendo fornecidos pela pasta palaciana.

Posição palaciana

Procurada, a Semob respondeu que as cinco empresas de ônibus estão “obrigadas a enviar todos os dados”, como estabelecido pela portaria nº 89 de 25 de outubro de 2019, e que já começou a receber os relatórios.

Mudança temporal

A Secretaria de Economia deve enviar ao Legislativo local, ainda nesta semana, um projeto que prorroga o prazo de adesão dos servidores do GDF ao modelo de previdência complementar adotado em 2017, conhecida como DF-Previcom. A nova data limite, no entanto, ainda não foi definida pela pasta, mas o atual prazo se encerra no dia 27 de fevereiro. A informação foi noticiada na versão on-line da coluna.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sem mudanças

Em uma conversa com a coluna, o secretário André Clemente (foto), confirmou a informação dada por esta página de que o modelo atual da previdência não deve ser alterado, ao menos, neste primeiro semestre. Por mais que seja deficitária, técnicos da própria pasta avaliam a previdência local como “saudável”.

Reflexos da mudança

As vendas do comércio do DF para o carnaval devem ter a mesma expansão da folia do ano passado, de 2%. É que, na avaliação do Sindivarejista, a mudança dos festejos da Esplanada dos Ministérios para perto da Funarte, no Eixo Monumental, pode representar um público menor do que o anteriormente esperado. A torcida, no entanto, é para que não chova durante a folia.

Efeitos sonoros

A votação que altera a destinação do Setor de Indústrias Gráficas na Câmara Legislativa esta semana tem movimentado até carro de som publicitário na região. O veículo, que tem dado voltas no SIG, pede a presença de “comerciantes, empresários e trabalhadores do SIG” durante a possível votação plenária na tarde de hoje.

Votações marcadas

O acordo para que se aprecie o projeto do SIG nas Comissões, que chegaram a travar o andamento da mudança no ano passado, foi reforçado ontem no colégio de líderes e com líderes do Centrão do Legislativo local. Assim, hoje o SIG deve ser votado nas comissões de Constituição e Justiça (CCJ), presidida por Reginaldo Sardinha (Avante); e na de Desenvolvimento Econômico, comandada por Eduardo Pedrosa (PTC).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade